segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Candidíase, o blog: Início da publicação do livro em posts


4a capa

– Ah, mas eu nem tenho corrimento..., diz você.

Não? Nem precisa. Candidíase não é só o corrimento vaginal ­­— com ardência, coceira e dificuldade para transar  –  que inferniza 60% das mulheres atendidas no Hospital Pérola Byington, SP, referência em saúde da mulher.

Todos podemos ter cândida em qualquer parte do corpo. Homens também, com ou sem corrimento, ardência e pipoquinhas, eles na glande como nós na vagina.

A cândida é um fermento que cresce principalmente nas mucosas quentinhas e úmidas do intestino. Prospera com antibióticos, anticoncepcionais, alimentação errada. Recobre o espaço, tomando o lugar da flora bacteriana que nos protege. Então vira fungo, invade o interior do corpo e cria novos problemas.

Seus sintomas confundem a vítima e os médicos. Tudo parece outra coisa: má digestão, diarreia, enxaqueca, sonolência, queda de cabelo, corrimento, dores menstruais, dores ciáticas e artríticas, queimação, secura, apatia, perda da libido, baixa imunidade, alergias, hipoglicemia, distúrbios da tiróide e uma quantidade de outras chatices, mazelas e agravantes. No extremo, está por trás de doenças crônicas e degenerativas como câncer, artrite, diabete, aids e síndromes diversas, cada vez mais frequentes no dia a dia.

Este livro é sobre candidíase e as formas de enfrentá-la, e ao mesmo tempo um guia culinário valioso para quem quer recuperar e manter a saúde e a imunidade.

59 comentários:

Coisinhasdalili disse...

Sonia, sou sua fã de carteirinha. Estou na fila de espera já...
Tenho uma filha de 7 anos que até hoje faz xixi na cama e tem um pequeno corrimento que os médicos dizem ser normal, que tal? Acho que posso ter descoberto a ponta do fio que vou puxar. Obrigada mais uma vez!

carol disse...

querida sonia,
foi o melhor presente de aniversario que eu podia ganhar!!! estou desesperada de medico em medico, e sem nenhum diagnostico, e etc.. ! loucura!
estarei la no rio sul!
beijos e obrigada pelo lindo trabalho
caroline

LILIAN disse...

Já comprei.
Vou tb no lançamento.
Os médicos precisam se informar sobre essa doença.
Os diagnósticos passam mais por "hipocondria" ou "falta de um bom marido".
Estudo essa doença desde 1982 qdo tive a sorte de conhecer a Dra Pat Connely,pesquisadora da Cândida Albicans Sistêmica. Ela me ajudou imensamente com minhas "alergias, hipoglicemias, anemia e pior: 3 episódios de edema de glote".Os edemas de glote acompanhados de brotoejas,que coçavam alucinadamente. Descobri depois de suas aulas, que as "alergias" vinham sempre depois de comer trocentas deliciosas roscasm que minha mãe fazia e que continham FERMENTO Flashman.Já cansada de tanto médico, tanto exame e testes, descobri que se tratava de excesso de comida errada!Não acredito mais em médicos que não perguntam o que vc come! Admirável Hipocrates, "Vc é o que vc come", esquecido por seus filhos formados pela indústria farmacêutica.Bjs.

Sonia Hirsch disse...

Oi, meninas, bem-vindas!

Ainda não estou alimentando este blog, mas assim que der, começo. No momento vou à luta pra divulgar o livrinho. Obrigada pelo acolhimento! Beijos

Regina Aradhan disse...

Sonia, publiquei o texto abaixo no meu blog no Espelho de Vênus http://espelhodevenus.ning.com/profiles/blog/new). Torço muito pelo sucesso desse livro, ele siginifica muito pois mulheres sadias criam um mundo melhor.
Gde bj,
Regina Aradhan
**************

Meninas, o livro é excelente e nos tira daquela sensação de impotência diante de um fungo avassalador para a saúde da mulher. Acompanho, há anos, várias histórias familiares e profissionais de mulheres que, por conta da fragilidade aproveitada pela cândida, viram imunidade e auto-estima despencando.

Neste livro, Sonia refaz sua trilha segura que fez dela uma das mais importantes autoras sobre Saúde nesse país. Digo Saúde com S maiúsculo porque é informação acessível a qualquer cidadão e o conhecimento nos torna mais dignas e conscientes da escolhas que fazemos.

Outra característica dos livros de SH é que neles sempre encontramos aquela seta indicando o caminho s seguir depois do entendimento das causas das doenças e dos desconfortos. ALIMENTAÇÃO. Esta é a entrada e a única saída para uma vida melhor vivida.

Sonia não é editorialista, não perde tempo debatendo suas opiniões. Ela pesquisa, pesquisa, pesquisa, digere tudo e nos oferece os nutrientes vitais: informação clara, simples, e receitas com os ingredientes para a cozinha do dia-a-dia da Saúde.

De sua obra maravilhosa (acho que já são 30 livros!), meus preferidos são "Só para Mulheres", "Bichos que dão em gente", "Atchin!", "O Manual do Herói" e este lançamento - já li e adorei. Fiquem atentas à magia das ilustrações da Cristina Tati.

Não percam, o livro e as palestras. Vejam a agenda abaixo.

Lola disse...

Menina, você acabou de me dar uma aula. Muito boa essa portagem!
Estou anotando o dia que você estará no Rio, farei tudo para ir. Já sou uma rata de livraria e quando o assunto é interessante, e principalmente, importante, fica melhor ainda.

Gostei muito... Não deixe esse blog de lado, sempre darei uma olhada aqui!!!

Beijo.

Véia da Teia disse...

Sônia, tô aqui me debatendo a meses com os sintomas e exames;
vertigens, exames de glicose, taxa disso, daquilo outro, exames de sangue, até cardiologista pode? ardencias, coceiras e que tais... e agora lendo o texto

http://correcotia.com/mulheres/candidiase.htm

descobri o pq. do meu estado de embriaguez! minha taxa de glicose alta e inexplicável por mim e pelos médicos que me atenderam e pelos exames que fiz.

O texto descreveu todos os meus sintomas com muita clareza.

Vou comprar o livro e dar de presente para meu ginecologista, vou procurar meu médico e fazer a dieta.

Obrigada pela ajuda,

Vera- Bombinhas/SC

Beatriz Yoshimura disse...

Livro que estava faltando! Ainda vai virar um restaurante,que tal, Sônia, querida? rsrs

Gente, disponível para compra, a entregar ou retirar na Aromalife, rua Conde de Irajá, 65 a duas quadras do metrô Vila Mariana. Bem como todos os outros livros!

Beijos

Bia

Sonia Hirsch disse...

Queridas Aradhan, Lola, Véia e Bia: só agora vi os comentários, que por alguma razão não foram para minha caixa postal.

Adorei, Regina Aradhan, o seu texto sobre o livro, muito obrigada!!!

Bia, faltou dizer que a sua loja é em SP, né? Aromalife, conta mais sobre ela. E você também distribui meus livros aí?

Espero que o espaço para comentários neste blog sirva para ampliar o que sabemos sobre candidíase e as formas de controlar.

Olho vivo: a saída é a saúde.

Beijos a todas, felizes festas!

Green Womyn disse...

Já avisei as meninas da lista Ciclos Naturais Femininos para virem conferir seu blog!

Beijo!

Anônimo disse...

Sonia

Li os 10 passos para combater a candidíase e a minha dúvida é: como realizar os procedimentos. Primeiro proteger o fígado. Usar os chás por quanto tempo? Ou fazer uso diário enquanto está mudando a alimentação. ABraços.

Denise Bueno disse...

SONIA

Li os 10 passos para combater a candidíase e a minha dúvida é: como realizar os procedimentos. Primeiro proteger o fígado. Usar os chás por quanto tempo? Ou fazer uso diário enquanto está mudando a alimentação. ABraços
Denise Bueno

Anônimo disse...

Sônia:

Comprei seu livro sobre o tratamento da candidíase e achei ótimo.
Já coloquei em prática algumas recomendações. Fiz o kvass de beterraba, e tenho uma dúvida sobre esta receita.
Fiz tudo como foi indicado no livro, mas o tempo para curtir, passou do estipulado, e ficou uma semana curtindo no vidro. Percebi que há uma camada branca e espumosa na parte superior da mistura. Ainda é possível ingerir esta receita mesmo com o tempo extrapolado ?

Anônimo disse...

Oi Sônia,

Fiquei impresionada com seu texto pois ele descreve tudo o que sinto atualmente. Tenho 46 anos, lembro-me que desde mocinha tenho histórico de pequenas secreções e em minhas 2 (duas) gestações sofri com candidíase leve, nunca foi agressiva apenas aquele desconforto de coçar às vezes e corrimento coalhado. Gostaria de saber qual especialidade além da ginecologia poderia investigar a candidíase crônica e atrvés de que e-mails. Tenho estado muito limitada com as alterações que venho sofrendo a partir dos 40 ano. Tenho diagnóstico de desgaste na cervical, na lombar, condromalácia nos joelhos e agora no quadril direito, isso tem me levado a depressão aliado a outros fatores, sinto minha imunidade baixa e me pego andando como se tivesse carregando um peso enorme, totalmente sem energia, até minhas mãos já estão dando sinais de limitação, tenho muitos gases, desconforto no estômago (gastrite já diagnosticada a uns 26 anos)sempre tratando. A sensação que tenho é que estou sendo sugada. Perdoe-me o desabafo acho que não é médica mas se puder me indicar uma direção ficarei imensamente agradeida.

Um abraço e parabéns pelo blog, pelos textos.

Selma

Sonia Hirsch disse...

Oi, Denise, uso diário dos chás, um por dia, 3 x ao dia. Porque todo dia você estará eliminando toxinas.

Oi, Anônima, seu kvass ficou estragado. A receita é para ser seguida à risca!

Oi, Selma, tudo o que você descreveu pode melhorar muito se você tratar da candidíase direitinho. Esqueça os diagnósticos e mande ver!

Abraços gerais!

Anônimo disse...

Sônia,

Desesperado após muitos anos (8 anos) tentando me livrar da candidíase sem sucesso... Eu e minha namorada achamos este site e o capítulo "candidíase" do livro "só para mulheres". Não tenho como descrever em palavras, o quanto foi exclarecedor e ao mesmo tempo assustador, ao perceber que minha (talvez a dela também) candidíase está em estado avançado e crônico. Agora percebi o quanto terei de ser forte para combater essa praga, o quanto terei de mudar a minha vida, minha rotina e minha dieta. Só quero ter a certeza de que vai dar certo, por favor me diga que sim... Estou perdendo as esperanças...Já vi outros livros, já tentei vários métodos, mas quando li o capítulo disponível na web, eu senti muita confiança em suas palavras. Eu senti que você é uma pessoa que tem o conhecimento que todos os médicos deveriam ter mas se negam a estudar (até mesmo os homeopáticos, que se dizem alternativos). É incrível como a medicina não percebeu até hoje que doença não se trata e nem se evita com remédios. Estou escrevendo nesse exato momento, sentindo todos os inconfortos e desprazeres que a doença pode causar à um ser humano. Hoje sou indisciplinado, cometo lá meus pecados culinários, mas percebi que não vou muito longe se continuar assim. Estou resolvido a mudar minha vida, meus hábitos, minha dieta, minha mente e meu espírito. EU QUERO A CURA. Vou comprar o livro e vou seguir à risca. Muito obrigado por esta preciosa obra. Só fica agora uma dúvida...

Qual a dica que você me dá para usar de argumento com os amigos, familiares e etc ao recusar determinado alimento por eles oferecido? Apenas dizer: Sou alérgico à isto? Pois me sinto desconfortavel em relação a isto se eu tiver que dizer que sou alérgico a quase tudo que existe no mundo rss... Outra coisa, é necessário SEMPRE usar preservativos? O sexo oral como que fica? Morre? Enfim é mais isto mesmo que por enquanto coça minha cuca...

Muito Obrigado!

André

Sonia Hirsch disse...

Oi, André, parabéns pela boa disposição - e força nas tranças, porque a dieta resolve.

Os convites de amigos e familiares, infelizmente, têm que ser recusados durante o período radical. Não é possível fazer dieta e social ao mesmo tempo. "Estou de dieta" é uma boa resposta - e, de fato, a única possível diante de bebidinhas e comidinhas que só aumentam a cândida.

Não é pra sempre. Depois de um tempo, havendo um bom controle no dia a dia, nada impede uma cerveja, um vinho, uns belisquetes no fim de semana. Cada um tem seu ponto fraco - o meu sãos os queijos, que me entopem o nariz à noite. Procuro tomar um comprimido de enzimas digestivas quando como queijo em reuniões sociais e ajuda muito.

Sexo oral, se não for logo depois de comer/beber, e de boquinha limpa (escova e fio dental), não tem problema. Não pode é deixar restinhos de batata-frita sabe-selá onde. Né não? Abração!

Anônimo disse...

Com Ctz! Rsrsrs...

Muito obrigado por responder tão rápido Sonia!

Fico feliz em saber que vai dar certo se eu me dedicar ao extremo, preenchi o formulário pra saber se a cândida pode tar me acometendo e tive uma infeliz surpresa, meu resultado foi de 522 pontos!

Meu caso é grave demais? Devo procurar médicos urgentemente? O que faço? Estou muito preocupado e triste com isso.

=/

Grande Abraço!

André

Sonia Hirsch disse...

André, faça dieta - você vai se surpreender com a rapidez da melhora. Um abraço!

Anônimo disse...

Olá Sonia, parabéns pela pesquisa e as informações são sem duvida imprecindiveis para acabar com essa praga.
Fiquei abismada ao saber q estava atacada de candida e quando li a bula do meu anticoncepcional uma reação adversa era a candidiase.O nome do medicamento é femina, acho absurdo pois não bastando nossa alimentação não estar saudavel, ainda existem medicamentos que agravam a situação feminina, daí vai a mulherada consultar medicos. Enfim ta aí um desabafo e um alerta a mais.
Abraços.

Anônimo disse...

Olá Sonia.

A senhora poderia nos dar mais informações sobre esses comprimidos de enzimas digestivas? Qual a senhora indica e onde comprar?

Grata.

Sonia Hirsch disse...

Comprimidos de enzimas: dos nacionais, já usei o DASC, comprado em farmácia comum. Os americanos têm muitos tipos e marcas. Vale a pena pesquisar em farmácias de importados. Um abraço!

Vanessa A. disse...

Olá Sonia. Passei o dia a pesquisar sobre a candidiase porque já tive uma vez, no final de 2010. E após saltar de site em site encontrei o seu blog que até agora foi o único que me deu um pouco de esperança. Tenho 19 anos e após tudo o que li, estou tão assustada que só apetece chorar.
É que ao fim de 4 meses, suspeito que a candida está de volta. Pensei em ir ao médico e já sei que o tratamento vai ser o fluconazol porque é a única coisa que me fez bem. Mas mais uma vez, após tudo o que li, suponho que não seja mesmo cura e que em pouco tempo a candida vai atacar de novo.
Sendo assim venho pedir alguns conselhos e uma ideia de por onde começar. Porque com tudo o que já li estou meio perdida. Agradecia mesmo muito a sua ajuda, pois só tenho lido que a candida nunca vai embora mesmo. E já estou desesperada só de imaginar o que me espera a mim e ao meu namorado. Vivo em Portugal e aí não sei, mas por cá nenhum médico(de familia ou especialista em ginecologia) me disse que a candidíase era um assunto tão sério, alias, nem sequer me disseram que iria voltar e muito menos que era uma amiga(da onça) para a vida. Mas lembro-me de o ginecologista dizer algo do género: "Tem fluconazol lá em casa? Se tiver algum sintoma tome outra vez". Só se esqueceu de avisar do resto, incluindo que estaria a alimentar e fortalecer os bichinhos... Ah, também li que a pilula não ajuda, é verdade? Desde já um muito obrigada e peço desculpa pela quantidade de informação e confusão que aqui lhe deixo.

PATTY disse...

AMEI! VOCÊ É UM ANJO QUE CAIU DO CÉU! me chamo Patricia e moro em Porto Alegre, RGS,A MELHOR COISA QUE ME ACONTECEU ESTE ANO,FOI TER CONHECIDO O TEU TRABALHO, NÃO SEI COMO AGRADECER,ESTOU TÃO FELIZ! OBRIGADO! AGORA SEI COMO ACABAR COM A PRAGA DA CANDIDÍASE! TE ADORO, MIL BEIJOS,QUE DEUS TE ABENÇOE SEMPRE!

Sonia Hirsch disse...

Amem! ;-) ♥

Carmo disse...

Olá Sónia

Sou Portuguesa e vivo em Portugal. Tenho 48 anos e 2 filhas de 11 e 15 anos.

Desde há uns 6 anos para cá comecei a ter candidiase sempre recorrente, com todos os tratamentos sugeridos pela minha ginecologista.

Há umas 6 semanas resolvia alterar a minha alimentação. Muita mesmo muita fruta e muitos vegetais. Pois fiquei admirada que tive o reaparecimento de candidiase. Tenho pesquisado muito e parece que se deve ao facto de eu comer kilos de fruta por dia, por um lado foi bom porque perdia peso estou com 52kg, por outro este fungo alimentou-se melhor.

Através de muita pesquisa na net vim dar aqui ao seu cantinho maravilhoso e fiquei muito interessada em adquirir o livro, só não percebi se está à venda nas Fnac de cá ou livrarias. Seja como for vou procurar.

Quis também deixar aqui o meu agradecimento por tanta informação precisa sobre a candida.

Um grande bem haja

Maria do Carmo

Ps: não tenho blog só email: mcmoura@netcabo.pt

Sonia Hirsch disse...

Oi, Carmo, ainda não tenho os livros na Fnac portuguesa mas posso mandar pelo correio. O pagamento é feito através do PayPal e o valor com frete fica em +- 55 reais. Acho que, com a sua nova consciência quanto às frutas, o livro será muito útil. Se quiser encomendar escreva para meu email através do link em www.correcotia.com , tá bem? Um abraço!

Carmo disse...

Boa noite Sõnia

Muito obrigada por se disponibilizar.

Dê-me então um tempinho para eu me inteirar sobre os seus outros livros e se for o caso encomendaria tudo de uma vez.

Até breve

Abraço

Anônimo disse...

oi querida sonia.
realmente estou agradecida a Deus e a vc por ter te encontrado... o teu trabalho deve ser muito gratificante.. nao ha melhor coisa que ´poder ajudar o proximo...vejo que tua entrega é de coraçao..reconheço que vc abriu os olhos pois faziam 25 anos andava cega correndo de um lado para outro,sem resposta, achando que nao tinha soluçao, totalmente desanimada... obrigada por este aporte às mulheres que sofrem com este fungo..
um abraço!!

Anônimo disse...

sonia querida,
como disse a 25 anos sofro desta praga... sempre úmida sem dor so algumas veces com sintomas de dor etc..mta corrimento mais liquido so que solido...esta semana tive esta crisel, comprei o pomada e antifungo que a dra me receitou so que no outro dia o corrimento vinha com sangue...fiquei preocupada, pesquisei e cheguei a vc, comprei o livro e venho fazendo a dieta rigida a 7 dias, no inicio foi horrivel nao comer pao... desde que eu me conheço por gente tudo pode faltar na minha mesa menos pao.. pao e agua pra mim tava bom.. imagina nesses dias foi terrivel, sentia, falta de ar, palpitaçoes, debilidade, so tinha vontade de chorar, me irritava com tudo...realmente horrivel.. passou um pouco...minha duvida é a seguinte, nao sinto fome.. nada, como e a digestao demora 6 horas ou mais, é como se meu estomago estivesse cheio.. estou procupada sou magra pesava 51 kilos 1,60 de altura em 5 dias perdi 3 kilos estou com 48... amiga o que faço, me ajuda...
obrigada
bjs!!

Sonia Hirsch disse...

Oi, A, e você olhou a questão da verminose? Um abraço!

veronica menezes disse...

estou desestimulada, triste...fui em uma nutricionista e entrei numa dieta péssima...mingau deaveia com agua,castanhas,quinoa,carnes,macar-rão de arroz...e o max. que consegui foi redução de secreção,mas avermelhidão continua e a coceira...será que issovai passar

Juli disse...

Minha dúvida é acerca de rinite alérgica, de que tambem sofro, e meu médico receitou 5 vacinas semanais.
Vc acha que o uso delas pode atrapalhar o tratamento?

Com relação ao iorgurte natural, acredito que tenho intolerância à lactose pq tenho muitos gases quando consumo, e inclusive já tive diagnóstico.
Posso consumir assim mesmo?

Li que vc sugere comer somente melancia e goiaba das frutas.
Posso comê-las no lanche?

Tb nao entendi qd vc diz pra comer ovos mexidos pela manhã, mas ao mesmo tempo diz pra não comê-los fritos.
Os mexidos não precisam ser fritos?

Sonia Hirsch disse...

Juli, você leu o livro? Vermifugou? Não tenho como dar acompanhamento pessoal, sugiro semrpre procurar um(a) nutricionista, especialmente com tantas questões. Um abraço!

Sonia Maria Mattoso de Moura disse...

Olá Sonia, gosto muito de vc e seus livros eu confesso que só lí sobre seus gatos....chorei demais, mas gostando vc é verdadeira isoo é bom. mas vamos ao assunto meu marido é diabético e tem candidíase eu preciso que vc informa qual seria alimentação mais adequada agora nesta crise que ele está. muito obrigada aguardo retorno.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Sonia, acho que o ideal seria ele ler o meu livro sobre candidíase e tirar suas próprias conclusões. Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, tenho uma dúvida. Todos os dias quando eu tomar o óleo de coco antes de dormir, estarei matando os lactobas que eu tiver ingerido antes das refeições, ou não é assim?

Sonia Hirsch disse...

Não é assim. Quando você toma os lactobas meia hora ou 15 minutos antes das refeições, o estômago está vazio e eles passam aos intestinos, onde começam a agir. Aí come. Digere. Ao tomar o óleo de coco à noite, o estômago está novamente vazio, ele passa aos intestinos e evita a proliferação de fungos duranste a noite. Faz sentido?

Anônimo disse...

Ah, sim, sim, sim, Sonia! Entendi. Obrigada querida.

Anônimo disse...

Olá Sõnia,

Estou sofrendo a mais de um ano com a Cândida, mas, acredito, meu constrangimento seja enorme, por ser homem. Já fui a três médicos diferentes, que fazem sempre a mesma coisa: cetoconazol, fluconazol e recomedam postectomia (e todos garantem que melhora, mas não tem cura após a cirurgia). Estou desesperado e há algum tempo comecei a ler seu blog, o que tem me ajudado muito, realmente, eu era um alimentados de fungos, com uma alimentação junk, do tipo pizza no café da manhã e hamburger no almoço. Agora tenho tentado melhorar, em alguns momente acho que a cândida está indo embora, mas ai volta, não sigo tudo a risca, mas para mim a mudança é tão radical que até meu amigos estão deixando de me chamar pra sair (já que não bebo, nem como porcarias). Você tem alguma recomendação importante para homens com infecção por cândida, há algo que nós podemos fazer diferente do tratamento já praticado pelas mulheres. Só não consegui inda abandonar o café, mas tomo sem açucar.
Rodrigo

Sonia Hirsch disse...

Oi, Rodrigo, não há diferença. Um abraço!

Zaira da Rosa disse...

Oi, Sônia
Agradeço muita pela grande ajuda que estás me prestando, ao compartilhar tuas pesquisas e ensinamentos.
Estou fzendo a dieta para cndidíase há um mês e 18 dias. Estou sentindo melhora todos os dias, daquela quantidde enorme de sintmas que eu sentia. Foi bem difícil, no início, deixar o arroz, o chimarrão, o açúcar... agora está bem mais fácil.
Referes a mudança de dieta como uma dor de cabeça, um sentir-se mal. Já passei por essa situação e estou querendo passar para a dieta leve. Minha questão é a seguinte: posso tomar meu chimarrão? vi que posso acrescentar aipim - que delícia! - e outros alimentos, como cereais integrais. Imagino que o açúcar nem mascavo? Nem mel?

Agradeço muito tua atenção, um abraço beeeem quentinho - aqui no RS tá um frio gostoso...
Zaira

Sonia Hirsch disse...

Oi, Zaira, o que é bacana e ao mesmo tempo infernal nessa dieta é que a própria pessoa deve avaliar o que fazer e o que não fazer, experimentando e observando. Açúcar mascavo e mel, por exemplo, só vão dar vontade de mais açúcar. O aipim e os cereais têm que voltar em pequenas quantidades, um de cada vez, para você observar se o bem-estar continua. O chimarrão, também. E assim por diante. Um abraço, força nas tranças!

Paula Zandonadi Zanirato Tristão disse...

oi, Sonia. td bem? Fazia tempo que não passava por esse blog. Eu não estou com diagnóstico de cândida, nem acho que eu esteja nem nada, mas com certeza quero dar uma desentoxicada e fui atrás do cardo mariano... Porém nas farmácias que liguei todas me pediram receita médica. Na homeopática me pediram a potencia e na de manipulação só com receita... Eu não estava pensando em procurar um/a médico/a pq na minha experiencia não adianta pedir o que a gente quer... rsrsrs Mas ainda assim queria poder tomar o cardo, pq realmente acho que meu fígado está precisando... E estou pensando em fazer o caldo de rã, só não tenho idéia de onde achar boas rãs a venda já limpinhas. Vou continuar pesquisando. Se não achar, vai chá de chicória mesmo. Só fiquei com uma dúvida com o chá, tem que beber os 500 ml de chá todo dia de manhã por 7 dias? Não sei se consigo beber 0.5l logo de manhã.
Bjoks e muito obrigada de novo

Sonia Hirsch disse...

Oi, Paula, que eu saiba o Legalon e o Silimalon não são drogas controladas. Nas farmácias de manipulação e homeopáticas é que a receita é indispensável. Um abraço!

Sonia Hirsch disse...

PS -= 500ml de chá ou água de manhã não são nada além do normal. Se você não consegue beber isso... mas já tentou???

Outra coisa: chá de chicória é para descarregar intestinos muito atravancados. Cardo mariano é outra coisa, para restaurar a camada protetora das células hepáticas.

Paula Zandonadi Zanirato Tristão disse...

Oi, Sonia. obrigada pelas respostas (e só agora que vi que coloquei no post errado, rsrsrs). Eu aproveitei e perguntei minhas dúvidas já dos 2 1os passos... Vou atrás desses que vc comentou.

Mariana disse...

Oi Sonia!
Não é fácil achar um bom medico que diagnostique qual é a doença que um tem...
Eu sempre tenho problemas na parte de alergia e imunologia e acho que vou ter que me operar.

Sonia Hirsch disse...

É mesmo, Mariana? Que chatice, né?

Paula Zandonadi Zanirato Tristão disse...

OI, Mariana. Desculpe me meter na conversa, mas por curiosidade, operar de que? Adenoide, essas coisas?

Se sim, já pensou em procurar um dentista antes? Existem algumas linhas que mexem com a mordida etc e ajudam com essa parte de amidala, adenoide etc

Anônimo disse...

Bom dia querida Sônia, venho sofrido com essa praga pouco depois de minha iniciação sexual. Desde agosto tenho sofrido com esse mal, estou depressiva, choro muito, não tenho mais vontade de ficar com meu namorado, me sinto envergonhada, já fiz aqueles tratamentos básicos. Itraconazol e aplicação. Melhorou? Sim, porém só nos primeiros dias! Todos os meses desde então tenho tido sintomas. Acho que por eu ficar estressada e deprimida, piora a situação.
Tenho tantas dúvidas Sônia, quais meu ginecologista nem responde. É possível eu ter pego do meu parceiro ? Se sim, se só eu fizer o tratamento, pois sei que ele não vai fazer (Cabeça dura ), como que devo agir, pois só ficamos sem preservativo. Sônia, comecei a dieta ontem, deixei minha caixa de bombom de lado, lanches da tarde aqui no trabalho, estou no sétimo limão em jejum, mastigando alhos pela tarde. Estou disposta a fazer a dieta radical, mas como eu fiz uma cirurgia em outubro, eu perdi muito peso, agora fico com medo de perder mais ainda, sei que irei, mas tudo bem, porém quero saber qnt tempo tenho que fazer essa dieta radical. PS: Ontem comi tabule (trigo fermentado com cenoura, repolho e cebola), queria saber se trigo é proibido. Grata por compartilhar tantas maravilhas! Esperarei ansiosamente pela resposta. Luz e harmonia.

Anônimo disse...

Ah Sônia, outro detalhe! Minha avó está fazendo um chá para lavagem com Algodãozinho e Pé de Perdiz, ela disse que devo fazer durante 30 dias.

O que diz a respeito?



Grata

Sonia Hirsch disse...

Amiga, o que eu tenho para ajudar é o que está publicado neste e no outro blog, no site e especialmente no livro Candidíase, a praga, que tem um passo a passo. Mandamos com frete grátis para todo o Brasil. Um abraço!

Anônimo disse...

Boa tarde minha querida, como faço para adquiri-lo?
Sônia, se eu disser que já tenho sentido melhoras apenas com 3 dias, é psicológico ou real? rsrsrs

Grata


Sonia Hirsch disse...

Completamente real. Dieta faz efeito muito rápido. O livro está nas principais livrarias e em www.correcotia.com.compras . Um abraço!

Keila disse...

Olá Sonia

Estou fazendo a dieta da candidiase há 1 mes, bem certinho, e me sinto praticamente curada, mas hoje tive um dia cheio de stress e bem hoje me ofereceram um doce, e eu comi, já me arrependi, era pequeno mas comi, agora estou com medo de ter colocado tudo abaixo! Você tem alguma sugestão para que eu evite maiores problemas agora que já comiti esse deslize?? Obrigada

Sonia Hirsch disse...

Oi, Keila, a esta altura (demorei a responder por falta de conexão) você já deve ter percebido os efeitos do doce, se é que houve algum efeito. Beber mais água com limão, comer mais folhinhas verdes cruas como salsa, coentro e hortelã, chupar uma ameixa umeboshi, tudo isso minimiza os danos. Força nas tranças, um abraço!

Keila disse...

Muito Obrigada, sim percebi, mas Graças a Deus em alguns dias já se foram os sintomas e continuo firme e bem melhor! Eu por instinto acho, acabei fazendo isso mesmo! Mais folhas e mais limão. Tem funcionado exatamente como tenho lido, tive na segunda semana, um dia em que mal conseguia me mexer e percebi que seria o tal "die off"... no outro dia já estava melhor. Confesso que agora que passou o primeiro mês está mais difícil, pois sinto muita vontade de comer pães e bolachas, mas vou seguir porque estou muito bem, comprei aveia para ver se com moderação, ela me ajuda a suprir a falta de carboidratos, mas vou ficar de olho nos efeitos. Acredito que no natal vai ser mais dificil hehe, mas estou determinada a mudar isso tudo na minha vida ate o ano que vem. É mais difícil continuar quando você não sente mais os efeitos pois você tende a achar que já passou tudo, mas tem que ficar de olho. Muito Obrigada!!!

Débora Oliveira disse...

Prezada Sonia,

Conheci o seu livro através de uma amiga e me ocorreu uma preocupação: pelo que li dos comentários das pessoas e dos relatos que ouvi da minha amiga, a dieta faz perder peso tb. Sou magra, alta, peso cerca de 55 kilos. Perder peso pra mim seria péssimo, mas possuo a maioria dos sintomas descritos. Como devo proceder?

Um abraço,

Débora