segunda-feira, 21 de março de 2011

Candidíase, a praga: A dieta | o que ajuda | o que atrapalha

a dieta
Ninguém vive sem fazer uma dietinha de vez em quando, seja lá
por que for. A vantagem desta é que resolve várias coisas ao
mesmo tempo – excesso de peso, resistência à insulina, alergias,
depressão devido a muito açúcar e, claro, ataques de cândida.
A primeria fase, mais radical, deve durar até haver uma piora,
que é o lixo do fungicídio entrando em circulação. A partir daí
voltam alguns carboidratos e até queijos. Depois é só você ficar
atenta: quando chutar o pau da barraca, faça alguma coisa nos
dias seguintes para compensar.

dieta radical
Seu objetivo é reduzir drasticamente a candidíase, através de um
corte total dos carboidratos que a fazem proliferar. Sobram carnes,
ovos, muitos vegetais e iogurte. Isso começa logo a dar
resultados. Pode enlouquecer um pouco a vítima, que geralmente
é viciada em pão, queijo, chocolate, café, açúcar,
refrigerantes. Exige determinação, bom senso, perseverança e
muito chá de capim-limão. Mas até aí tudo bem, né?
Um dia dá uma dor de cabeça estranha, uma sensação de mal-estar,
desconforto sem motivo aparente. É a reação de Herxheimer,
ou “die off”, quando os sistemas de filtragem e eliminação do
organismo estão lidando com uma grande quantidade de células
mortas e toxinas. Pode acontecer depois de dias, semanas ou
meses, ser mais forte ou mais fraca, dependendo da situação.
Passa rápido e é o sinal de que o esquema está funcionando.

dieta suave
A partir dessa limpeza a dieta melhora. Entram o pão de fermentação
caseira, alguns cereais integrais, inhame, mandioca,
alguns queijos; mais frutas, um macarrão de vez em quando. O
ideal é ficar nesse patamar de seis meses a um ano.

Achou muito? Pois um ano é até pouco para recuperar a saúde
e a imunidade. Podem ser dois ou mais, dependendo da pessoa,
da extensão da coisa e dos cuidados acessórios como
acupuntura, homeopatia e outras formas de tratamento.
dieta esperta
 
Depois que os sintomas e sinais da candidíase desaparecem, a
ex-vítima pode voltar a comer e beber de tudo. Se algum sintoma
reaparecer, basta voltar à dieta radical por alguns dias.
Nada de grandes excessos. De tudo, mas não de mais, nem
dias seguidos, para não cutucar a onça. O segredo é: olho nela.
 
os critérios: 
1 quantidade 
Menos é mais. O pulo do gato é se acostumar a comer pouco.
No Pequeno tratado das grandes virtudes, o filósofo André Comte-
Sponville fala sobre a temperança. Diz que não se trata de não
desfrutar, nem de desfrutar o menos possível, o que não seria
virtude mas tristeza, não temperança mas ascetismo, não moderação
mas impotência; trata-se de desfrutar melhor.
 
“A temperança, que é a moderação nos desejos sensuais, é também
a garantia de um desfrutar mais puro ou mais pleno. É um
gosto esclarecido, dominado, cultivado.” Em vez de escravos
passamos a ser senhores dos nossos prazeres, diz ele. E quem
desfruta com liberdade também desfruta da própria liberdade,
ao passo que o intemperante é prisioneiro de seus desejos e
hábitos, de sua força e de suas fraquezas.
 
Ele cita um grande pensador do século 17, Baruch Spinoza,
para quem é próprio dos sábios usar as coisas e ter nisso o
maior prazer possível – mas sem chegar ao fastio, que não é
mais ter prazer. E coloca a temperança como um meio para a
independência, assim como esta é um meio para a felicidade:
“Ser temperante é poder contentar-se com pouco. Mas não é o
pouco que importa: é o poder, e é o contentamento.”
 
2 qualidade
Carnes, ovos e iogurte fornecem mais energia por mais tempo.
São valiosos nesta dieta, pois suprem necessidades importantes,
inclusive de gordura. Devem ser orgânicos. Se isso for impossível,
que sejam da melhor escolha, sempre visando a qualidade. É
melhor não comer carne de frango do que comer os mais baratos,
criados com promotores de crescimento e antibióticos que
favorecem candidíase e outros desequilíbrios.
 
A gordura é vital nessa hora porque fornece energia rapidamente
e ajuda a saciar. A gordura animal, incluindo manteiga,
costuma ser muito compatível conosco, mais do que a maior
parte das gorduras vegetais – entre as exceções estão óleo virgem
de coco, azeite extravirgem de oliva e óleo de gergelim
orgânico, prensado a frio, cru.
 
Todos os vegetais, se possível, também orgânicos. Além de melhores
são mais saborosos. E folhas, muitas folhas. Alimentação
de boa qualidade inclui generosas porções de folhas verdes em
todas as refeições. Elas são ricas em vitaminas, minerais e fibras,
compensam o peso dos produtos animais e contribuem
decisivamente para o equilíbrio da digestão.
 
Muito importante: comida fresca. Comida na geladeira começa
a produzir fungos em 24 horas. Se você vai preparar cereais,
feijões e carnes para vários dias, melhor dividir em pequenas
porções e congelar, mas sabendo que não é o ideal.

3 autoconhecimento
Em primeiro lugar: calma. Você pode fazer essa transição no
ritmo que quiser. Claro que, comendo e bebendo certas coisas,
sabota completamente o sacrifício. Às vezes é assim mesmo, paciência.
Porém, quanto melhor o seu desempenho pessoal, mais
rápida a faxina. A vítima resolve virar o jogo e se compenetra.
 
No início tem que ter muita força de vontade. Depois o controle
vem naturalmente e a liberdade de comer de tudo fica muito maior.
 
Se puder assumir as compras e o preparo da sua comida, melhor.
Escolhas conscientes e o fazer delicado da cozinha podem
adicionar um grande contentamento.

o que atrapalha
comer demais e/ou engolir sem mastigar
O que não pode ser bem digerido atrapalha o estômago e os
intestinos, vira muco, fonte de bactérias de putrefação e alimento
para todos os bichos que dão em gente, sobretudo fungos. A
digestão começa na boca. Mastigar bem é tão essencial quanto
escolher bem a comida.
 
belisquetes
Mobilizam à toa o sistema digestivo, que vai perdendo o ritmo
natural do ciclo de alimentação e eliminação; fora que a qualidade
dos belisquetes também não costuma ser grande coisa.
 
doces
Açúcar, mel, melado, maple, malte, xarope de agave, frutose,
karo: não escapa um.
 
líquidos industrializados
Cada célula do corpo precisa de água; qualquer substância a
mais na água exige que o organismo todo trabalhe para administrar
sua presença lá dentro, ou seja, desgaste inútil.
 
laticínios
Leite, queijos, requeijão, creme de leite, iogurtes e coalhadas
pasteurizados e produzidos por processos industriais, com ou
sem frutas, costumam ser mal digeridos pela maior parte da
humanidade.
 
produtos de padaria
Pães, bolos, biscoitos e congêneres, feitos com farinha
refinada e fermentos prontos, mais aditivos e conservantes,
são grande estímulo para fungos. Mesmo integrais.

cereais
Arroz branco, arroz integral, milho seco e verde, seus cremes e
farinhas, amidos, féculas: banidos pelo alto índice glicêmico.
Ressalvas para arroz integral cru, brotado e tostado quando
aparecerem em algumas receitas deste livro.
 
tubérculos e suas farinhas
Batata-inglesa, batata-doce, batata-baroa; farinha de mandioca;
amidos, féculas, polvilhos, goma, tapioca, maisena: alto
índice glicêmico e potencial fermentativo.
 
as solanáceas
Tomate, pimentão, berinjela, jiló, batata-inglesa e jurubeba são
dessa família. Pioram os sintomas artríticos da candidíase.
 
gordura
Frituras, temperos e molhos que contêm óleo, maionese comercial,
manteiga e óleo rançosos e/ou reutilizados para fritar,
margarina, carnes gordas, pele e gordura de ave de criação
industrial, queijos, creme de leite, chantilly, sorvete: gordura ruim.
 
produtos animais em conserva
Salsichas, linguiças, bacon, todos os defumados, fiambres e patês,
frios e similares.
 
soja não fermentada
Leite de soja, tofu, proteína de soja, sojinha torrada e qualquer
outra possibilidade comestível que tenha soja no meio.
 
frutas
Melões, bananas, maçã, uvas, manga, abacaxi, mamão, laranja,
tangerina e a maioria das frutas, doces e ácidas.

frutas secas
Ameixa, damasco, tâmara, uvas-passas, banana-passa etc., além
de frutose quase sempre têm fungos e resíduos de inseticidas.
 
oleaginosas
Nozes, castanhas, amêndoas, amendoim e sementes oleaginosas
em geral, em parte por serem muito sujeitas a fungos e
radicais livres, em parte porque é difícil mastigá-las a ponto de
se desmancharem, o que torna sua digestão lenta e permite que
pedaços passem inteiros para os intestinos, onde vão se tornar
ilhas de micróbios. Isso pode ser atenuado quando se deixa de
molho uma noite, mas elas têm que ser de boa procedência e
perfeitas, sem machucados e pontos pretos. Amêndoas são as
menos ácidas.
 
condimentos
Temperos prontos, cubinhos de caldo de carne, frango e vegetais,
molhos prontos em geral, por falta de qualidade.
 
estimulantes
Café, chá-preto, guaraná e cacau em pó, que contêm cafeína,
afetam o equilíbrio do açúcar no sangue e excitam o sistema
nervoso, que neste momento precisa ficar calmo.
 
álcool
Bebidas alcoólicas são açúcar fermentado.
produtos industrializados em geral
Refrigerantes, adoçantes artificiais, sucos em caixinha e sucos
em geral, refrescos prontos, bebidas isotônicas e similares: produtos
químicos podem artificializar a comida a ponto de torná-la
um não-alimento tóxico.


o que ajuda 
Para não ter ansiedade, e porque esta dieta dá fome, no início
se pode fazer até seis pequenas refeições ao longo do dia:
desjejum, lanche, almoço, lanche, jantar, ceia.
 
Comer pouco, desfrutando do prazer de saborear. A cada três
horas tem mais. Tudo em pequena quantidade para não sobrecarregar
o sistema digestivo. Tudo fresco, gostoso, esbanjando
qualidade. E mastigar bem, de modo a produzir bastante saliva,
o que além de gerar mais saciedade vai ajudar a ter uma boa
digestão, rica em enzimas.
 
Quando já tiver superado os sintomas, o ideal é voltar às três
refeições diárias. Ou seja: aproveite, pois essa comilança não é
para sempre.
 
leite e vegetais lactofermentados
Conservas de leite, como iogurte e coalhada caseiros, feitos com
os lactobacilos certos para recolonizar os intestinos; quem não se
dá bem com a proteína do leite pode usar apenas o soro, bebido
puro ou acompanhando as refeições. E conservas de vegetais,
folhas e frutos, que fornecem enzimas além de lactobacilos.
 
ovos caipiras
Esta dieta precisa muito deles porque contêm biotina, vitamina do
complexo B que impede a transformação dos fermentos em
micélios, as formas invasivas dos fungos. São 16mcg de biotina
em uma gema de ovo. É a principal sugestão para comer de
manhã: ovos quentes, clara dura e gema mole. Temperar com
cúrcuma (Curcuma longa, açafrão-da-terra) e orégano ou salsinha.
 
fígado e rins
Figado de galinha, fígado e rins de boi também são ricos em
biotina. Mais do que a gema do ovo: há 100mcg de biotina em
50g de fígado de galinha e 30 a 40mcg/100g em fígado e rins
de boi. A absorção da biotina é reduzida ou impedida pela presença
de álcool, clara de ovo crua, cafeína, drogas à base de
sulfa e radicais livres.
 
O problema é conseguir essas vísceras de boa qualidade. O
fígado tem que ser vermelho/marrom, de textura firme e cor
uniforme. Amarelado ou róseo não serve.
 
carnes, aves, peixes, frutos do mar, ovas
Todos eles, sendo de boa qualidade, em pouca quantidade, vão
fornecer vitaminas, minerais e energia. Nunca fervidos, fritos,
grelhados; faça no forno, na chapa, na panela, de preferência
malpassados para favorecer a digestão e os nutrientes. Ceviche
– peixe ou frutos do mar curtidos em limão e cebola – é uma
boa ideia nesta hora. Carne de porco não se recomenda.
 
Porções pequenas, bem mastigadas. No jantar, se for o caso, as carnes brancas contribuem para um sono melhor, enquanto as vermelhas o agitam.

Na composição do prato, as carnes devem ocupar mais ou menos
a sétima parte em peso – uma de carne, uma de cereais ou
tubérculos (dieta suave), cinco de vegetais.
 
vegetais crus ou crocantes
As enzimas, como já sabemos, entram em cena para melhorar a
qualidade de todos os líquidos internos, portanto das células,
dos tecidos, da imunidade. Isso quer dizer vegetais crus, lactofermentados
ou ligeiramente cozidos. Com fartura.
 
Temperar com shoyu e missô, ambos de fermentação natural e
não pasteurizados, acrescenta enzimas e nutrientes tanto aos
vegetais crus quanto aos cozidos e assados.
 
limão
O limão é um caso à parte entre as frutas. Além de ser rico em
vitaminas, especialmente C, e minerais, seu altíssimo teor de
ácido cítrico se transforma no estômago em sais alcalinos – como
citrato de sódio, carbonatos e bicarbonatos – que normalmente
neutralizam rapidinho qualquer fermentação perversa no estômago
e nos intestinos. Poucas gotas fazem muito efeito.
 
Diz a cientista Conceição Trucom, em O poder de cura do limão,
que ele “realiza uma reengenharia da qualidade hídrica de todo
o organismo, beneficiando assim (...) todos os sistemas e órgãos
vitais”. Faz isso “estabilizando uma condição levemente
alcalina em todos os líquidos corporais, seja no sangue, na linfa,
no líquido crâniossacral ou nos líquidos intra e extracelulares. E,
o que é mais importante, essa estabilização levemente alcalina
dos líquidos corporais, que é um pH entre 7,36 a 7,42 , é,
metabolicamente falando, a condição ideal para todos os processos
orgânicos acontecerem da forma mais equilibrada e harmônica.
Ou seja, saúde, preservação e prevenção”.
 
O problema, como sempre, é o excesso: muito limão pode
alcalinizar demais as mucosas, o que favorece a cândida. Observe
seus sintomas e, se piorarem, deixe o limão quieto.
 

cereais integrais, cozidos e brotados 
Cereais integrais não entram na dieta radical. Se a vida se tornar
impossível sem eles, passe para a dieta suave, onde entram
uma ou duas colheres de painço, trigo-sarraceno tostado (kasha),
centeio, aveia, cevada, amaranto ou quinoa, equivalente à sétima
parte da refeição em peso. Mastigando muito bem, porque
é a mastigação que torna os cereais mais alcalinos.
 
A boa dica é sempre deixar de molho por uma noite.
 
Torrar ligeiramente na frigideira antes de cozinhar também é
bom, reduz um pouco o amido e abre a película dos grãos.
 
Grãos germinados de arroz, cevada e painço,
passados ligeiramente pela wok (frigideira grande, profunda) com óleo de coco
ou gergelim, são muito ricos em enzimas digestivas e empregados
na medicina tradicional chinesa como alimento contra distúrbios
digestivos. Segundo Paul Pitchford, em Healing with whole
foods, eles são antifúngicos, e também os grãos germinados de
centeio e quinoa. Pitchford assegura que numa dieta contra cândida
qualquer um desses grãos pode representar 20% do peso
da refeição, e os mesmos grãos, brotados, mais 20%.
Considera-os uma opção mais saudável do que as carnes.
 
pão integral de fermentação caseira 
O pão integral de fermentação caseira pode ajudar na dieta se
comido com moderação – digamos, duas fatias, sempre torradas,
de manhã, com óleo virgem de coco, azeite de oliva ou
manteiga, par acompanhar os ovos quentes.
 
O processo longo de fermentação do pão quebra o glúten e elimina
a maior parte dos fitatos do trigo, que nos pães de
fermentação muito rápida permanecem.
 
A utilização de fermentos e aditivos nos produtos de padaria,
historicamente recente, é que os torna mais daninhos.
 
Olho vivo: se o pão caseiro der gases ou aumentar sintomas,
está atrapalhando.
 
cará, inhame-do-norte e aipim (Dioscorea sp.,
Manihot sp.
)
São tubérculos que não entram na dieta radical, mas podem ser
alternados com os cereais integrais na dieta suave, moderadamente,
cozidos ali na hora, especialmente no jantar. Observe o
efeito para decidir qual o mais conveniente.
 
batata yacon (Polymnia ou Smallanthus sonchifolia)
Esta pode entrar todo dia. É uma raiz tuberosa docinha e
crocante, parecida com maçã e pera, originária dos Andes. Por
fora parece batata-doce. É rica em vitaminas A, B1, B2, C – e
fibras, que retardam a absorção de açúcar pelos intestinos e
contribuem muito para a sensação de saciedade. Dá frescor à
refeição, como o pepino. É servida crua ou crocante. Sempre
que descascar ou cortar, passe limão para ela não ficar escura.
Muito boa em sucos de vegetais: fornece líquido.
 
inhame taro (Colocasia esculenta
O inhaminho, aquele pequeno e cabeludo, não é tubérculo: é
cormo. Considerado hipoalergênico e de fácil digestão, bem
como grande reconstituinte de funções imunológicas, pode ajudar
muito nesta dieta, comido com moderação. Limpa os
intestinos e depura o sangue.
 
Os havaianos fermentam o inhame taro cozido e amassado com
um pouco de água, deixando-o à temperatura ambiente por
dois ou mais dias para obter o poi, ou poi poi, alimento básico
de crianças, adultos e idosos, guarnição de peixes e frutos do
mar, substituto do mingau no desjejum. Atribuem ao poi sua
notável saúde e baixa incidência de cáries.
 
Relatos interessantíssimos dão conta do efeito tremendamente
medicinal do poi para o sistema digestivo. O sabor, porém, é
pouco atraente da primeira vez, e é preciso ter muita firmeza
para tentar a segunda.
 
folhas verdes
As folhas verdes são insubstituíveis, portanto indispensáveis, nessa
dieta. Primeiro porque é preciso limpar os intestinos, segundo
porque é preciso fornecer clorofila para renovar o sangue, terceiro
porque elas são riquíssimas em nutrientes.
 
Todas: repolho, acelga, couve, chicória, alface, agrião, couvechinesa,
repolho, caruru, bredo, rúcula, bertalha, brócolis,
mostarda, almeirão, serralha, caruru, beldroega, ora-pro-nóbis,
vinagreira, jambu e por aí afora.
 
Silvestres ou da horta, cruas ou cozidas, elas são tudo de bom.

Cruas, têm vitaminas, minerais, fibras e enzimas, portanto são
ideais para abrir a refeição – ou fechar, conforme o freguês e a
cultura. Cozidas perdem as enzimas, a não ser que sejam
passadas apenas rapidamente numa frigideira, tipo wok, e sua
temperatura interna não ultrapasse os 47oC.
 
Chicória e bertalha, refogadinhas, são as campeãs da faxina
intestinal. Dieta com elas vai mais depressa e incomoda menos.
 
folhinhas verdes
Como diz Jamie Oliver, o melhor que uma pessoa pode fazer
por si é incluir muitas folhinhas miúdas e aromáticas em suas
refeições: salsa, cebolinha, hortelã de vários tipos, coentro,
manjericão, funcho, manjerona, orégano, erva-de-santa-maria,
alecrim, capim-limão e outras, que também podem ser mascadas
a qualquer momento ou aromatizar a água fresca.
 
folhas lactofermentadas
Elas têm a vantagem de se conservar por muito tempo e tornar a
refeição mais prática, sem por isso perderem enzimas e vitaminas
 
feijões secos
Para efeitos da candidíase, os feijões secos são carboidratos e
não entram na dieta radical, só na suave.
 
feijões-verdes e seus brotos
Vagem, feijão-verde de qualquer tipo, ervilhas verdes frescas e
brotos são liberados.
 
vegetais sem ou com pouco amido
Abóbora, nabo comprido, cenoura, rabanete, yakon, beterraba,
chuchu, vagem, quiabo, maxixe, pepino, aipo, couve-rábano,
funcho, cebola, alho, gengibre, alho-poró, alcachofra, brotos
de alfafa, de feijão, de bambu...

sementes e grãos germinados & seus brotos
De trigo, feijão, gergelim, girassol, abóbora, linhaça, castanhas,
amêndoas, amendoim, de preferência no almoço, crocantes.
 
pepino e melancia
Refrescam e ajudam o corpo a eliminar água, o que favorece a
desintoxicação. A parte branca da melancia, com casca e tudo,
é um poderoso diurético para usar pela manhã. Pode ser utilizada
em chá ou em conserva salgada.
 
frutas possíveis
Poucas: amoras, moranguinhos, framboesas silvestres e outras
frutinhas vermelhas, as berries; romã, goiaba e melancia, moderadamente
– uma hoje, outra amanhã, e assim mesmo só no
intervalo entre as refeições, nunca de sobremesa. Vale fazer gelatina
de uma das frutas com ágar-ágar, gelatina de algas, que
se compra em lojas japonesas ou de produtos naturais. O modo
de usar vem escrito na embalagem.
 
alho cru
Seu valor no combate à cândida, comprovado em inúmeros estudos,
mostra que ele é mais poderoso do que violeta genciana,
nistatina e outros renomados fungicidas, inclusive para uso tópico.
Pode ser alho fresco, cru, mastigado ou amassadinho e
incorporado à comida; azeite de alho feito em casa; cápsulas
de óleo de alho; pílulas de alho.
 
cogumelos
Muitos cogumelos, comestíveis ou em cápsulas, ajudam a combater
a cândida porque fortalecem o sistema imunológico e
regeneram células; entre eles portobelo, shiitake, shimeji, agaricus,
ganoderma ou reishi (orelha-de-pau) e o champignon comum. É
equivocada a ideia de que comer cogumelos, que são fungos,
faz aumentar os fungos patogênicos.

estévia (Stevia rebaudiana)
É o único adoçante concentrado que não tem efeitos colaterais.
No início se percebe um gostinho diferente por trás do sabor
doce, como em todo adoçante; mas paladar também é hábito,
a gente se acostuma. Fermentado, o extrato é microbicida. O
chá é gostoso e ajuda a fechar a refeição.
 
algas marinhas
Além de muito ricas em sais minerais, elas limpam o sangue, regulam
as glândulas, rejuvenescem e matam fungos, com seu alto
teor de iodo; o caldo de alga kombu é poderoso.
 
iodo
Candidíase, hipoglicemia e hipotiroidismo também podem estar
ligados à carência desse poderoso fator de equilíbrio para a saúde.
Iodo é um mineral especialmente concentrado nos hormônios
da tiroide, que controlam a taxa metabólica, o crescimento, a
reprodução, a formação de células sanguíneas, as funções nervosas
e musculares e a temperatura corporal. Só.
 
Como a distribuição de iodo no meio ambiente é desigual, certas
áreas, sobretudo as mais distantes do mar, produzem alimentos
que não fornecem iodo em quantidade suficiente ao ser humano;
isso gera doenças características de disfunção da tiroide, como
bócio, ou papada, e retardamento mental; por isso decidiu-se
acrescentar iodo ao sal de cozinha. Em 1983 havia 400 milhões
de pessoas com carência óbvia de iodo nas regiões mais pobres
do mundo, e 112 milhões nas regiões mais ricas.
 
Doses excessivas de iodo também podem deprimir a atividade da
tiroide, produzindo sintomas similares aos da carência. Sinais de
alarme: fome descontrolada, aumento de peso, ansiedade,
taquicardia, suores, proeminência dos olhos.
 
Deveríamos consumir diariamente de 0.15 a 0.20mg de iodo,
dizem os livros. Mas japoneses consomem quase 100 vezes mais:
15 a 18mg de iodo diários. Essa alta dosagem pode ser facilmente
obtida pela inclusão de algas kombu, ágar-ágar, arame
ou hijiki na alimentação e equivale a 2 gotas de iodo na solução
do dr. Lugol (5% de iodo, 10% de iodeto de potássio e 85% de
água). O iodo é um poderoso fungicida, e a alga kombu também.
Daí sua extrema importância na candidíase.
 
 coco-da-baía(Cocus nucifera)
O coco maduro fresco (aquele marrom, de casca seca) é um
grande aliado nesta dieta. Seu óleo é antimicrobiano e fungicida,
para uso interno e externo. A polpa pode ser comida aos pedaços
ou ralada para acompanhar a comida. O leite de coco dá
sabor e qualidade a muitos pratos. O creme, que se forma na
superfície do leite de coco fresco que fica na geladeira, é uma
delícia. Mas tem que ser natural, feito em casa, porque o da
garrafinha tem conservantes, não é absolutamente medicinal.
 
óleo virgem de coco
É a melhor gordura para quem tem candidíase, pois tem ácido
caprílico e quase 50% de ácido láurico, que aumentam a imunidade
e são eficazes contra qualquer fungo. Pode ser consumido
puro, uma colher de sopa de manhã, em jejum, e outra ao deitar,
longe da tomada de lactobacilos e bebidas lactofermentadas.
Substitui azeite e manteiga em qualquer prato que combine com
coco. Também é maravilhoso para passar na pele, nos cabelos,
nas partes mimosas, entre os dedos dos pés, nas unhas.
 
Fica sólido e opaco em temperatura baixa, às vezes muito duro.
O que vai ser usado pode ser ligeiramente aquecido em banhomaria.
Melhor não fazer isso com o pote todo, pois quanto mais
estável for a temperatura, melhor para o óleo.
 
É gordura saturada sim, mas inteiramente do bem. Não sobrecarrega
o fígado e ajuda a baixar o colesterol e os triglicerídios,
além de regular a tiroide.

Óleo “extravirgem” de coco não existe, é firula do fabricante
para impressionar incautos. Essa denominação é exclusiva do
azeite de oliva. O óleo virgem de coco é extraído da polpa fresca
do coco maduro e não da polpa seca, chamada copra.
 
É comum o óleo virgem de coco ficar rançoso, graças a embalagem
e transporte inadequados. É bom abrir, cheirar fundo e provar
logo após a compra – o sabor deve ser fresquinho até o fim, o
aroma sem qualquer fundo de ranço. Caso não sejam, devolva.
 
azeite extravirgem de oliva
Um dos mais antigos produtos artesanais da nossa civilização:
há milênios é feito do mesmo jeito. Alguns azeites ainda vêm de
pequenos olivais e a azeitona é moída em moinho de pedra.
Cru ou em refogados rápidos: até 2 colheres/sopa por dia.
 
Também é bom para pele, cabelos e partes mimosas, tanto das
garotas quanto dos rapazes. Dá cheirinho de salada.
manteiga sem sal
 
Para colocar no seu ovinho e derreter sobre alguma coisa quente.
 
A manteiga pura é tida pelos médicos ayurvedas como uma
gordura de ótima qualidade, desde que seja de boa procedência
e não esteja rançosa – compre fresquinha e guarde na
geladeira, numa embalagem que impeça a entrada de ar e luz.
 
Colesterol? Não se preocupe. Se a sua taxa for alta, esta dieta
provavelmente vai fazer com que ela desça a níveis normais, já
que açúcar e frutose são mais formadores de colesterol no sangue
do que o próprio colesterol dos ovos e da manteiga.
 
psyllium (Plantago psyllium , P. ovata)
O psyllium, tal como a linhaça, é uma sementinha muito rica em
fibras, mucilagem e óleos; absorve água e é usada há séculos
no Mediterrâneo e no Oriente Médio para dar ao bolo fecal a
consistência adequada, regularizando o trânsito.
ajuda

O psyllium contribui para retardar o esvaziamento do estômago
e a absorção de glicose no intestino delgado, portanto favorece
todas as dietas. Ajuda a reduzir o mau colesterol. Limpa os resíduos
das paredes intestinais e assim aumenta o controle da
candidíase. Seus óleos, lubrificantes, deixam as fezes pastosas.
Não tem contraindicações. Deve ser ingerido com muita água.
 
linhaça (Linum usitatissimum)
A linhaça se assemelha ao psyllium em termos de fibras, mas
seus óleos são mais valorizados e fartos. Isso quer dizer que ela
só deve ser moída para usar na hora. Toda gordura oxida em
contato com o ar, produzindo radicais livres.
 
Quando absorve água, a linhaça incha. Aparece a parte fofinha
e viscosa da fibra recobrindo a semente. É ela que ajuda os
intestinos e permite a absorção dos preciosos óleos.
 
linhaça batida com água e limão
1 copo de água filtrada
1 colher/sopa de sementes de linhaça dourada
gotas de limão
 
Deixar a linhaça de molho durante a noite na água filtrada. De
manhã bater ambas no liquidificador com algumas gotas de limão
e beber devagar, salivando bem.
 
óleo de fígado de bacalhau
É indicado para suprir a deficiência de vitaminas A e D nas dietas
modernas e ajuda muito nos casos de candidíase, por fornecer
ácidos graxos insaturados que trabalham com os ácidos graxos
saturados do óleo de coco. Vem em cápsulas e frasco.
pólen de abelhas

Contém muitos nutrientes, inclusive proteínas, e pode ser parte
de um lanchinho. Comer 1 colher de sopa por dia, de uma vez
ou aos poucos, deixando dissolver devagar na boca.

sal e temperos

Todos os temperos são densos, intensos, penetrantes. Interferem
nos processos do organismo, têm princípios ativos. Mesmo o
sal, uma coisa tão corriqueira, produz efeitos quando é usado
de modo medicinal. Melhor errar para menos.
 
água e chá
Sujou, lavou. Beber água é fundamental, mais ainda quando se
quer limpar tudo. São 8 copos de líquido por dia:
2 ao acordar
2 antes do almoço
2 à tarde
2 mais tarde,
ou aos golinhos durante o dia todo.
 
Chá quente ou frio, água fresca com ou sem gotas de limão,
água de ervas, caldo de vegetais, animais ou cogumelos, limonada
adoçada com estévia, kvass de beterraba, soro de coalhada
ou iogurte – sempre um tempo após as refeições, tipo uma hora
e meia, para limpar os resíduos.
 
Beber água quente é muito benéfico para o corpo, que gosta de
se manter aquecido e gasta calor para funcionar. Qualquer
pouquinho de água quente depois de comer já ajuda a digestão.
 
Uma xícara pequena de chá, após as refeições, pode proporcionar
mais que conforto: prazer.
aos golinhos
 
Bebida aos golinhos, água fresca com ou sem gotas de limão
tem um efeito alcalinizante muito positivo sobre os resíduos da
digestão, especialmente cerca de hora e meia depois de comer.

234 comentários:

1 – 200 de 234   Recentes›   Mais recentes»
Kenia Bahr! disse...

Legal, Sônia, estava esperando esse post para ir discutindo aos pouquinhos o tratamento. Estou em processo de pesquisa e de preparo para começar. Há uns dois meses cortei açúcar, café e chocolate (refri eu já não tomava). Tive dores de cabeça estranhíssimas e fortes na prieira semana, depois sumiram. Estou cheia de dúvidas pra começar, pq estou com fortes dores de estômago e tomando omeprazol há mais de um mês, devido a uma esofagite (hérnia de hiato, segundo os médicos). Não sei se começo o tratamento mesmo assim, tenho medo de piorar. O que vc acha?
Abração e obrigada.
Kenia

Sonia Hirsch disse...

Kenia, você leu o 10 CONTRA ELA? Tratou dos vermes? Eu acho que é verme e que Omeprazol não vai adiantar nada; se fosse eu, na falta de exames decentes, tomaria o Annita. Um abraço!

Kenia Bahr! disse...

Oi Sonia, obrigada pela pronta resposta. Li o dez contra ela, mas fiquei medrosa por causa da dor de estômago, pricipalmente em relaçao ao alho que é um pouco ácido demais. Gostei da dica do Annita, agradeço e também por me chamar à atenção para a possibilidade de ser verme a causa do problema. Na verdade, obviamente tenho vermes, já que nunca fiz uma boa vermifugação na vida. Vou procurar o Annita e vou contando aqui.

Abraços

Kenia

Ana Corina disse...

Porque sou muito tua fã...

http://www.maedecachorro.com.br/2011/03/papo-de-mae-saude-candidiase-tudo-que.html

Beijo grande, querida!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Ana Corina, muito obrigada! Que através de você esse conhecimento possa chegar mais longe e beneficiar muitas pessoas. Um abração!

Ana Corina disse...

Foi a intenção!
Mas percebo que as pessoas muitas vezes não estão prontas para a saúde verdadeira e suas consequência.
Enfim... a gente tenta, né?
Beijo!

Kenia Bahr! disse...

Oi Sonia.
Tomei o Annita, não sei dizer exatamente se mudou alguma coisa ainda. Procurei artemísia pro chá, não encontrei, assim comprei losna, será que serve? Lá no sítio, em Siuruoca, tem uma plantinha rasteira que chamam de artemísia, as mulheres usam como abortivo. Tenho receio de que seja muito tóxica, fico na dúvida se devo usar.

Quanto às oleaginosas vermífugas, devemos comer durante o dia enão comer mais nada ou comendo outras coisas? Fiquei na dúvida.

Obrigada de novo pela atenção.

abrações

kenia

Anônimo disse...

Sônia, sei que é uma dica meio boba e aparentemente sem importância, mas para quem está no início da guerra contra d. Cândida pode ser útil.
Calcinhas de algodão: compre sempre um ou até dois números maiores, pq a calcinha de algodão não estica tanto como as outras. E calcinhas não dá para trocar, né? Agora, quem já está sofrendo (e morrendo de raiva) por causa da dieta, não precisa de mais esse pequeno dissabor. E sim, só aprendi isso depois de comprar algumas erradas rsrsrssr

Sonia Hirsch disse...

Dica ótima, Anônima! E de saia. Saia já, D. Cândida! ;-)

Kenia Bahr! disse...

Oi Sonia. Estou aqui às voltas com essa dor de estomago ainda, já faz 3 meses... já tentei várias coisas, homeopatia, vermífugo, omeprazol e milanta plus aos montes. O médico mandou dobrar a dose de omeprazol, o que adiantou no começo mas está voltando, estou agoniada. Me pediu uma endoscopia, mas acho super invasiva, estou adiando, adiando, mas tenhoq ue tomar alguma atitude. Vario a dieta pra ver se melhora, ainda assim não tenho sucesso. O que vc acha de endoscopia? Vc conhece algum método mais natural pra curar isso? O último médico disse que tenho hérnia de hiato, não sei nem o que faço com essa informação. Se souber de algo que ajude, ficarei muito agradecida se puder compartilhar.

Abraço

Kenia

Sonia Hirsch disse...

Oi, Kenia, em que cidade você está? De repente posso indicar algum profissional para te orientar.

Kenia Bahr! disse...

Oi! Estou em Taubaté, SP. Se souber de alguem pela região, em São José dos Campos ou mesmo em São Paulo, agradeço muito!

Um abraço,

Kenia

Kenia Bahr! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kenia Bahr! disse...

Aliás, Sonia, se for o caso posso tentar me deslocar para outros cantos também...

Abraço

Sonia Hirsch disse...

Já te indiquei o exame do dr Helio Copelman? 21 2548-0648, eles te explicam como deve mandar as amostras. Custa 260 reais, acho. Não tem convênio e não precisa de pedido médico. Parasitas como estrongiloides podem provocar muitos sintomas, entre eles de estômago.

Kenia Bahr! disse...

Não tinha indicado não, obrigada, vou dar uma ligadinha lá.

Abraços

Adriana disse...

Oi Sônia,
O que você pensa sobre o uso do bicarbonato de sódio para o tratamento da cândida? É que existe um médico italiano que tem um estudo que diz que o câncer é causado por uma infecção fungica, e está tratando as colônias de cândida que aparecem no local do câncer com bicarbonato de sódio, você já ouviu falar? O que acha? O site dele é http://www.cancerfungus.com/br/

Sonia Hirsch disse...

Oi, Adriana, na candidíase o bicarbonato pode trazer um alívio bem temporário, por exemplo na coceira vaginal. Se a dieta continuar equivocada, não adianta. Quanto ao trabalho do dr Simoncini, ele é oncologista e injeta bicarbonato de sódio nos tumores. O ponto dele é mostrar que resolve mais rápido do que a quimio e a radioterapias.

Alcalinizar com vegetais frescos e alimentos de boa qualidade tem efeitos mais profundos e duradouros. Um abraço!

ana paula disse...

Olá Sônia!
Venho pesquisando muito, mas ainda não estou fazendo a dieta correta, cortei o açúcar e consumo bem menos carboidratos, mas ainda não é o ideal. Gostaria da sua opinião sobre o leite com redução da lactose em 90%, estou comprando os envelopes da BioRich para fazer iogurte seria bom usar eles ou melhor usar o leite normal e desnatado? Obrigada desde já! Abraços!

ana paula disse...

Sônia, desculpa, mas tenho mais uma pergunta, fazendo o iogurte, uma vez ou outra posso misturar com alguma fruta de pouco açúcar, como o morango, ou colocar pedaços de coco, para variar o sabor? Agradeço novamente!!

Sonia Hirsch disse...

Ana Paula, o problema maior do leite nem é a lactose, e para fazer iogurte tanto faz o tipo de leite. Melhor seria orgânico.

ana paula disse...

Essa semana comecei a substituir os pães, e as vitaminas de frutas, que tomava no café da manhã, por ovos mexidos, apenas 3 dias, mas ainda não me acostumei com o salgado pela manhã, espero me acostumar rápido!!!! Estou fazendo as substituições aos poucos, para não morrer de fome rsrsr!! Abraços e boa sorte à todas que estão na luta!!!

Sonia Hirsch disse...

Boa sorte, Ana Paula :-)

Anônimo disse...

Meu Deus... lendo o descritivo da candidiase no cap.online do SO p Mulheres, parece q vc estah falando de mim... dores de estomago, gases (muitos, q nao saem e me deixam enjoada), alergias - tive urticaria logo em seguida a um episodio de dores de estomago fortes e gases) colicas menstruais fortissimas como nunca tive, ciclo adiantando 10 dias... ando sem energia ha um tempo, engordei... meu sono eh uma bagunca, pois morro de sono apos as refeicoes e acabo dormindo no sofa, acordo de madrugada para ir p a cama e nao consigo dormir...tento comer direito mas parece q nada resolve...
Moro nos EUA (o q explica a falta de acentos, desculpe mas ate hoje nao consegui achar onde configurar um MAC para acentuar em portugues), estive recentemente num gastro - vou fazer endoscopia; ontem estive num alergista (pois o exame de sangue acusou alergia) e vou fazer testes especificos; gneco so consegui consuta para dia 13. De que forma posso, sem querer parecer saber mais q os medicos, sugerir que possa ser essa a razao? Existe algum exame especifico?
Tive gastrite (e tratei, so nao sei se voltou...), sera que a dieta nao me fara mal?
Acho q achei a solucao para meus problemas... estava fazendo uma busca no Google sobre "garganta raspando alergia" qdo cai no link do So p Mulheres, e de la pra c... adorava ler sua coluna na revista Bons Fluidos e ate hoje estou atras da receita da sopa c inhame q vc publicou 9com rabanete) - fiz e amei!
Um enorme beijo
Carla

Carla Cavellucci Landi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sonia Hirsch disse...

Carla, aí nos EU muitos médicos tratam a candidíase crônica e há muitos produtos disponíveis, como por ex o Candida control kit with Flora Balance, em http://www.flora-balance.com/order_form.htm . Um abraço!

Helen disse...

Olá Sonia,
Já li muita coisa sobre a mudança da alimentação para tratar a cândida. Meu maior problema é substituir o carboidrato nas refeições, principalmente no café da manhã. Você publicou em algum de seus livros cardápios ou tem algumas sugestões de troca?
Grata,
Helen

Sonia Hirsch disse...

Oi, Helen, seria difícil escrever um livro sobre o assunto sem pensar nisso primeiro. A sugestão de cardápio saiu no blog: http://www.soniahirsch.com/2010/07/candidiase-gourmet-sugestao-de-cardapio.html . Um abraço!

Capricorniana disse...

Boa Tarde Sônia!

Parabéns pelo Blog e acima de tudo por COMPARTILHAR!
Aquele que detém o verdadeiro conhecimento, a informação, não tem receio de compartilhar!

Um grande abraço!

Sonia Hirsch disse...

Oba, mais uma capricorniana no pedaço :-) Um abraço grande pra você também!

Anônimo disse...

Oi Sônia!
Sempre acompanho seus Blogs e estou fazendo a dieta há 1 mês.
Já melhorei bastante da cândida mas às vezes ainda sinto uma coceira e ainda não me livrei dos gases.
Nunca fiz tratamento para vermes será que deveria? Voce tem indicação de médicos, nutricionistas no RJ que possam me orientar?
Obrigada!

JRG disse...

Olá Sônia! Estou fazendo a dieta radical a 9 dias, estou super bem com o meu intestino, não tenho mais gases como antes e tbm melhorei minha pele, já q estava cheia de impinges, agora estão todas secando. Estou sentindo mta fome, tem horas q acho q vou enlouquecer, e o meu problema é a noite, estou até indo dormir mais cedo para não ficar com mais fome ainda. E ainda tem o problema do emagrecimento, eu já era super magra 54kg para 1,65m de altura, agora emagreci mais ainda, é difícil pq as pessoas não entendem q vc está com um problema e precisa fazer a dieta para resolve-lo, estão todos dizendo q isso é loucura, q eu estou feia, q estou ficando com cara de velha... Tem horas q é necessário ter mta força de vontade, pq além de ser mto restritiva a dieta, são poucas pessoas q te dão força.
Abraços!!!

Sonia Hirsch disse...

Oi, JRG, às vezes a magreza é por falta de assimilação. Você pensou em vermes? Um abraço!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Anônima de 2 de maio, acho sim que tem que olhar os vermes. Para exame sugiro o dr Helio Copelman, tel 21 2548-0648, não precisa de pedido médico e custa +-280,00, mas é um bom investimento -porque se tiver amebas, por exemplo, você nunca vai se livrar da cândida porque a amebíase alimenta a candidíase. Nutricionista no Rio: Luciana Ayer, tel 2255-4570. Um abraço!

Anônimo disse...

Obrigada Sonia!!! Seus blogs tem me ajudado muito.

JRG disse...

Oi Sônia, duas semanas antes de começar a dieta eu tomei albendazol por 3 dias, será que pode ter sobrado alguns vermes ainda? Mas tbm sei que meu metabolismo é mto acelerado, fazia academia com mta carga e tomava whey protein de suplemento, mas tinha uma dificuldade enorme de ganhar massa, as vezes ainda emagrecia! Você acha que talvez deveria fazer exame de fezes pedindo para que seja investigado a possibilidade de ameba? Abraços!!!

Sonia Hirsch disse...

Oi, JRG, acho bom. Mas tem que ser um pedido bem feito pelo médico e o laboratório tem que ser de confiança. Um abraço!

JRG disse...

Sônia, deixa eu te incomodar mais um pouquinho, eu sei que você recomenda ingerir somente o que está no seu livro, mas quero saber sua opinião sobre a proteína isolada do leite como suplemento alimentar, na sua formulação não vai açúcar, mas tem corantes e adoçantes (ciclamato de sódio e sacarina sódica), seria possível misturá-lo ao iogurte natural, para dar mais força a quem pratica musculação, ou essas substâncias "enfraqueceriam!" o intestino. Obrigada!!! Abraços!!!

Sonia Hirsch disse...

JRG, prestenção: o seu estilo de vida & comida trouxe um resultado que é como uma esquina, se você quiser ficar boa tem que mudar de direção. Como pode ainda passar pela sua cabeça que malhar exaustivamente e tomar essas coisas tão processadas vai ser bom?

O que diz o meu livro é que a gente se recupera comendo bem, comida boa e fresca, por um tempinho sem carboidratos mas logo introduzindo alguns e depois voltando a um normal saudável. É muito razoável. Pense nisso. Um abraço!

Kenia Bahr! disse...

Olá Sonia. Fiz o exame do Dr. Copelman, conforme sua indicação. O resultado foi colite, dispepsia de fermentação e infestações por ameba, giardia e endolimax, todos protozoários. Não houve sinal de helmintos. Agora começa a nova fase: não sei o que fazer com essa informação, estou com um bode medonho de médicos alopatas, tenho um homeopata e vou conversar com ele mas só daqui a uns 15 dias ou mais. Você poderia me sugerir alguma coisa? Como você tratou quando teve amebas?
Obrigada por tudo novamente.
Kenia

Helen disse...

Olá Sonia,

Estou com dificuldade para encontrar o chá (erva) de unha de gato, mas no Mundo Verde encontrei o extrato. Posso utilizar? Como devo tomá-lo?
Obrigada,
Helen

Anônimo disse...

Oi Sonia e todas as mulheres do time contra as cândidas,comento um pouco da minha experiência contra elas e dou uma reiceitinha de um pao de amendôas muito bom!
passei por um longo processo,e definitivamente mudar a alimentaçao é mudar de vida,de atitude mental.
A gente ñ precisa morrer de fome e nem ter a barriga roncando de vez em quando,o segredo é se conhecer e descobrir outras comidinhas,e vc Sonia deixa mil dicas!
Fiz a dieta e segui a risca o tratamento pelo livro "candidiasi crônica" de Cala H. Cervera,meu tratamento durou uns 7 meses,sendo que 3 foram de dieta bastante restrita.O processo é dificil e exige muita disciplina e constancia,o que me ajudou a seguir a dieta foi a ideia de que eu precisava aprender algo daquilo,pq nossa atitude mental tbm contribui.E essa maneira de pensar deixou o periodo da dieta radical mais leve.Para as que sofrem em tirar carboidratos, neste livro ela dá a receita de pao de amendôas,super fácil: 4 xíc de farinha de amendoa ou vc mesmo tritura as 4 xíc. de amendôas no liquidificador,um ovo de galinha caipira, uma colher de cha de azeite de oliva,sal a gosto e água.1º vc bate o ovo,o azeite,o sal e um pouco de água,e de pouquinho vai colocando a farinha de amendôa,vai batendo(com mix ou liqui.)e vai colocando água.tem que ficar bem massudo.untar a assadeira com azeite e farinha de amendôas, levar ao forno por uns 40 min.pode ser doce,colocando,erva doce ou canela, ou salgado, com alho fica uma delicia!Para comer de manha é ótimo pq segura a onda da fome!eu fazia uns saduixinhos com abacate,atum ou presunto español,azeite de oliva e gergelim preto triturado em cima,uma delícia!
Hj já ñ sinto mais os incômodos da cândida e minha alimentaçao agora é outra,sem forçar a barra,me alimento muito mlhor e açúcar e carboidratos só entram no meu cardápios em dias de festa se eu tenho muita vontade.
Obrigada Sonia por todos seus livros!fazem anos que acompanho seu trabalho!Mil gracias!!!

Celina

Ana Paula ( Coimbra) disse...

Boa Noite, a todas !
Olá Sônia,infelizmente sou mais uma na luta contra essa praga!Venho acompanhado o seu lindo trabalho, feito com muito amor e carinho a mais ou menos 2 meses, que é esse o tempo que estou fazendo a dieta da Candidiase.
Sônia,vou me apresentar e contar um pouquinho de mim.
Eu me chamo Ana Paula,tenho 35 anos, vivo atualmente em Portugal, Coimbra.Eu sou do Rio de janeiro , Nova Iguaçu.Sônia, a mais ou menos 1 ano é que essa praga entrou na minha vida, me deixando louca, maluca!!! Pelo que eu li, a candidiase aflora por vários fatores, correto? não sei mt bem se eu meu pode ser esse, Eu não consigo engravidar Sônia, estou fazendo tratamento em um Hospital em Coimbra a quese 4 anos, e me foi diagnosticado, que eu não faço ovulação, então a médica começou a tentar a forçar a ovulação, sem sucesso, pra piorar, a 1 ano atrás comecei a entrar na menopausa precoce, com 35 anos. Recebi essa noticías depois de fazer uns exames, pois eu estava a 2 meses sem mentruação...a minha médica já não sabe mais o que fazer comigo ! Sobre a candidiase ele sempre me passa pomadas, atrás de pomadas. Foi quando eu já não aguentava mais isso, e resolvi fazer uma pesquisa mais completa, e graças a Deus eu te encontrei !!!Tem 2 meses que comecei a dieta,os remédios aqui não são nada baratos, a conta do supermercado dobrou ! quando eu comprava porcarias" batata frita, mts biscoitos, coca cola e etc..." Minha gelateira nunca ficou tão cheia de legumes e verduras !!! Coias boasss... Hoje resolvi escrever para a Sônia para tirar uma grande duvida. ontem eu comecei a sentir uma leve coceirinha, hoje ela aumentou um pouco, nada que me deixasse maluca, mais sim incomodada !!! Tomo os lactobacilos, tds as manhas, tomo óleo de orégano, mttt mais muitos legumes gormet da receita da Sônia, que é uma delicia, amo amo... mt salada mt água com limão..., eu pesava antes da dieta 58 kilos, hoje peso 54, emagreci mt, Sônia, minhas roupas parecem um saco, e eu já não posso emagreci mais. Me oriente por favor sônia, nessa questão da coceira ter voltado assim? e na questão de eu não poder emagrecer mais. Por Favor !!! Eu sou tenho a dizer que a Sônia é uma mulher abençoada por Deus, Peço a ele que te abençoe abundantemente pois vc é simplesmente maravilhosa !!!Continue assim Sônia, pois nós precisamos mttt de vc !! Bjs no seu coração!!!

Kenia Bahr! disse...

Estou lenso mil coisas nos seus blogs e no site, fiquei meio desesperada no início, mas penso que se já tenho os tais bichos há tempos (hoje tenho certeza disso), não vou também morrer de uma hora pra outra assim, né? :)
Acabo de comprar o Almanaque dos Bichos, espero que chegue breve :) Enquanto isso pesquisei por aqui e vou tentar encontrar Creosoto, lactobacilos, L-glutamina, Giamebil e Cardo mariano. Vou tb comer o arroz cru e chá de artemísia. Esuqeci alguma coisa? Ou estou exagerando, sei lá? Obrigada, Sonia.
Abração,

Kenia (cheia de amebas e giárdias medonhas):(

Sonia Hirsch disse...

Meninas, desculpem, tô muito atolada. Leiam os livros, tá tudo lá. Ana Paula, veja as referências a piorar antes de melhorar: faz parte e é sinal de grande progresso, não desanime. Kenia, vá com calma e espere seu homeopata. Pra mim foi ótimo tomar Ameba homeopática. Beijos!

Kenia Bahr! disse...

Sonia, vim agradecer a rapidez com que vocês enviaram o Almanaque dos Bichos. Chegou em três dias! Agradeço de coração.
Beijos!

Kenia

Anônimo disse...

Sonia, gostaria de tirar uma duvida quanto ao decafeinato se posso beber depois das refeicoes no lugar da pequena taca de cha, outra coisa eu bebo tantissima agua alem do que vc fala em seus blog, isso pode atrapalhar? Outra coisa eu nao encontrei a leite de amendoas, mas encontrei a bebida de aveia posso substituir pela amendoa! um grande abraco

Anônimo disse...

Sonia como faco para adquirir seu livro, atualmente moro na Franca, tem como ser enviado para mim? Ah! no seu livro tem as sugestoes de cardapios? Aguardo resposta

Anônimo disse...

Sonia, sou a q mora nos EUA... ja encomendei o kit d Flora balance e nao vejo a hora de receber... estou c esperancas! Vc acha q meu marido tbm deve tomar? Estou tomando Ranitidine, tudo bem?

Bjs e obrigada,

Carla

ANONIMA: o leite de amendoas vc mesma pode fazer - no blog ha receitas e ha uma sugestao de cardapio no blog principal da Sonia -
http://www.soniahirsch.com/2010/07/candidiase-gourmet-sugestao-de-cardapio.html

Camila disse...

Olá Sônia!
Depois de 3 crises de candidíase genital em menos de 1 ano, posso dizer seu livro foi um achado!!
Com todas as dicas apresentadas no livro, estou certa que dessa vez o resultado do tratamento vai ser mais duradouro do que foram os outros feitos a base de comprimidos e pomadas, comumente indicados pelos médicos...
Mas também quero tornar meu marido um aliado na guerra contra d. Cândida. Por isso, queria tirar uma dúvida: Na página 147, quando vc fala sobre sexo oral, "Nada que uma boa conversa e uns bochechos não resolvam", como, ou melhor, com o que devem ser feitos esses bochechos??
Desde já agradeço!

Ana disse...

Oi Sônia,

Comecei a dieta radical. Dúvida: azeitona (sou olivicultora) pode? pinhão pode? (moro na Serra da Mantiqueira).
Devido ao excesso de trabalho não estou dando conta de preparar tudas as coisas que deveria comer. Basicamente estou comento um pocuo de carne, toneladas de verduras e legumes (crus, cozidos e corcantes).
Meu marido que provavelmente tem candida por ter relações comigo está relutante com relação à entrar na dieta. Se ele só tomar o kvass de beterraba antes das refeições, será que ajuda?
Sou eternamente grata à você e sua obra.Me considero sua discípula desde que engravidei há 4 anos atrás e "Guia prático para alimentação de crianças de todas as idades" caiu em minhas mãos e pude passar por todas as crises de desintoxicação que minha filha teve com muita paz e tranquilidade.
Um forte abraço, Ana. (Baependi - MG)
Dentro de dois anos (se Deus quiser) vou te presentear com uma garrafa de azeite orgânico brasileiro produzido aqui no olival Esperança!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Carla, ranitidine não é para ajudar a fechar úlceras? Os lactobacilos ou laterosporus não interferem, mas será que não seria melhor ver se a origem da questão é parasitária?

Oi, Camila, os bochechos podem ser com água e sal mesmo, ou água e bicarbonato de sódio. A ideia é limpar bem a boca de modo a não deixar resíduos em locais inadequados.

Oi, Ana, azeitona salgada ou no vinagre não pode; pinhão, experimente para ver se cai bem. O kvass ajuda em tudo, e de resto deixe o marido na paz das oliveiras ;-)

Abraços a todas!

Anônimo disse...

sonia, gostaria de saber se o corrimento vaginal normal é leitoso (sem grumos) e branquinho...

Susi disse...

Olá Sonia!
Vc poderia me tirar uma dúvida?
Os lactobacilos que vem dos E.U.A estão chegando? Tem passado pela alfândega? Vc ainda tem comprado?
E também gostaria de saber se posso substituir o óleo de coco pelas cápsulas, se fazem o mesmo efeito...
Te aguardo ok.
Muito Obrigada
Susi

Sonia Hirsch disse...

Oi, Anônima, não existe "corrimento vaginal normal". Existem secreções que lubrificam a vagina. Mesmo que não apareçam microorganismos no seu exame de lâmina, você pode pensar que é como um nariz escorrendo: acha normal? Pode estar ligado a leite e laticínios em excesso, a farinhas e açúcar. Um abraço!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Susi, não sei se estão chegando, uma amiga me mandou direto, e não conheço as cápsulas de óleo de coco mas desconfio. Por quê? Porque há mais manipulação, portanto mais chance de alteração nos preciosos antioxidantes. Eu abriria uma e provaria o óleo para verificar se não há ranço. Um abraço!

Ana Paula ( Coimbra) disse...

Olá Sônia Eu lá em cima já falei que tenho problemas de hormonais, por eu estar entrando na menopausa precoce, a minha ginecoloigista me passou um reposição hormonal,o remedio que eu tomei durante a mais ou menos 1 ano e meio, Trisequens....
presentação de Trisequens
compr. 2mg Estradiol + 1mg Acetato de noretisterona . emb. c/ 28 compr.

Trisequens - Indicações
Terapia hormonal para os sintomas de deficiência estrogênica. Prevenção da osteoporose da pósmenopausa em mulheres com um risco aumentado para fraturas osteoporóticas futuras. A experiência no tratamento de mulheres com mais de 65 anos é limitada.

Contra-indicações de Trisequens
• hipersensibilidade conhecida ao estradiol, acetato de noretisterona ou aos demais componentes do produto; • conhecimento, suspeita ou histórico anterior de câncer de mama; • conhecimento ou suspeita de tumores dependentes de estrógeno, por exemplo câncer do endométrio; • sangramento vaginal não-diagnosticado; • hiperplasia endometrial não-tratada; • tromboembolismo venoso idiopático prévio ou atual (trombose venosa profunda, embolia pulmonar); • eventos tromboembólicos arteriais ativos ou recentes (ex.: angina ou ataque cardíaco); • doença hepática aguda ou histórico de doença hepática, desde que os testes de função hepática não tenham retornado ao normal; • porfiria.
a minha questão é Sônia, se a minha medica passar esse remedio novamente? a minha candidiase poderá voltar? Pois eu estou em uma luta diaria com ela, sinto sempre comichões, tive irritação,mais consegui controlar com vinagre de maçã... estou a 2 meses e 4 dias na dieta radical... será se eu consegui eliminar essa maltida, conseguirei engravidar?
Uma coisa eu aprendi!!! Não há coisa melhor no mundo que a nossa SAÚDE !!!! bjs grande e aguardo resposta !!!

Ana Paula ( Coimbra) disse...

Observação...Eu tenho 35 anos !!!

Sonia Hirsch disse...

Ana Paula, o que eu tenho para ajudar são meus livros e o que está escrito no site e nos blogs. Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, e como seria a secreção vaginal normal? ela poderia ser branquinha e sem coceira ou ardência?

Sonia Hirsch disse...

Poderia.

Sonia Hirsch disse...

Mas a secreção vaginal normal é só para lubrificar a vagina e geralmente é límpida. Um corrimento leitoso que molha a calcinha obriga a prestar atenção. Um abraço!

Ana Paula ( Coimbra) disse...

Oláaaaaaaaaaa a todasss !!! Gente venho aqui dá o meu testemunho !!! Para quem não acredita ou não tem motivação para começar uma dieta, contra essa praga que nos atormenta !!! No període de 2 meses e 10 dias, consegui controlar a Candidiase sem remédio da farmacia !!! Claro que como a Sônia diz, a dieta esperta é para a vida toda... Não foi fácil, a nossa alimentação fica mt restrida... mais vale a pena !!!Eu tenho conciencia que ainda tenho um longo caminho a percorrer!!! Não há nada nesse mundo que supere ter uma qualidade de vida !!! Viver bem é ter tudo !!!! Bjs e coragem a tds !! Fiquem com Deus ... Obrigada por tudo Sônia!!!

Sonia Hirsch disse...

Valeu, Ana Paula! Um abraço... e força nas tranças, porque saúde é a base de tudo!

Anônimo disse...

sonia já estou ficando louca com tanta candidiase sp , ela já e quase minha companheira mensalmente ,e todas as vezes que vou a genec ele passa um tratamento mas resouve mais depois torna a mi visitar ,sera que e cronico preciso de ajuda se poder divulgar amail fico grata!!

Sonia Hirsch disse...

Fofa, a ajuda que eu tenho pra dar está escrita neste blog, no outro, no livro, no outro site. Seu caso é igual ao de todo mundo que anda por aqui. Lendo você vai entender melhor. Um abraço e força nas tranças!

Anônimo disse...

Olá Sonia!
Gostaria de saber se tens alguma dica especial para me dar, pois sou vegana e vi que na dieta que indicas há alimentos de origem animal. Gostaria de poder adaptá-la de modo que eu ainda me sobrasse o que comer (risos).

Bjs e parabéns pelo teu trabalho!

Amanda Mello,
Rio Grande - RS.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Amanda, alguns autores afirmam que se pode tratar a candidíase crônica sem produtos animais, usando muitos brotos e tal. Eu não compartilho, porque vejo muitos vegetarianos e veganos com esse drama constante.

Acho que as nossas opções alimentares devem contemplar o corpo tanto quanto o espírito. E se uma dieta nos leva a problemas digestivos que resultam em cândida, essa dieta não é boa para essa pessoa.

Desculpe. Você pediu ajuda e eu te dei outro problema. Mas a vida é longa e você há de achar uma solução. Um abraço!

Anônimo disse...

Olá Sonia!!!!

Quanto tempo posso fazer essa dieta radical que você passa?

Sonia Hirsch disse...

Isso, anônima, só depende de você. Um abraço!

mara junqueira disse...

Sonia, eu comecei a fazer a dieta contra a candidiase intestinal a mais o menos 10 dias seguiindo a risca, primeiro eu nao seguia tudo mas agora eu estou levando a serio. O problema é que muitas vezes eu como e depois me vem gazes e flatulencia, eu nao sei se é uma reaçao normal ou tem algo que nao vai bem. Todos os dias de manha eu tomo batido uma pera com linhaça e agua, e uma colher de oleo de coco, depois so almoço um tipo de verdura e uma carne grelhada, mais tarde se me da muita fome como outra pera e cha de ortela com canela em po, e a noite so janto e tomo capsula de alho, algas e polem de abelha. Mas os gases e flatulencia me vem mais depois das refeiçoes principais. Gostaria de saber se o que esta acontecendo é uma reaçao normal. Agradeço a sua atençao abraços Mara Junqueira

Sonia Hirsch disse...

Oi, Mara, mas você tratou dos vermes? E quem disse que pode comer fruta na dieta radical? Mas eu não dou consulta nem acompanhamento, como digo no início do livro: procure um(a) nutricionista ou outro profissional de saúde que possa te dar acompanhamento pessoal. Um abraço!

mara junqueira disse...

Sonia, eu ja estou tendo um acompanhamento medico, mas percebi que eu sei muito mais do assunto que a nutricionista e eu realmente nao sei praticamente nada, imagine a nutricionista, eu estou lendo seu livro so que tentei ver o parecer medico, sei que vc nao pode dar acompanhamento, se possivel vc pode so me dizeruma coisa o yorgurt activia natura com bifidus regulares seria o ideal para esta dieta? caso nao me indique um por favor. A qualhada eu fiz em casa mas eu passei muito mal. Obrigada Mara Junqueira

Sonia Hirsch disse...

Mara, o que eu tenho para dizer está no livro. Me desculpe mas ou você não leu ou tem que ler de novo. Um abraço!

Sonia Hirsch disse...

PS - Ler de novo pode ser muito útil na tentativa de entender como é que se controla o processo. E não há outra saída.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

GOSTARIA DE SABER QUAL O LIVRO MAIS INDICADO PARA MIM QUE SOFRO DE CANDIDIASE INTESTINAL DESDE MINHA INFANCIA. E QUAL SERIA O VALOR DO LIVRO EM EURO, E FORMA DE PAGAMENTO E QUANTO TEMPO + / - PARA GECHAR NA FRANCA. OBRIGADA
OBS. NAO QUERO LIVRO VIRTUAL

Sonia Hirsch disse...

Oi, Anônima, o livro seria "Candid[iase, a praga" e podemos mandar para a França. O valor é 35,00 mais o custo de envio na modalidade "prioritário", que dá outros 35,00 com registro e leva 4 a 5 dias úteis para chegar. Se quiser prosseguir, escreva para meu email: shirsch@uol.com.br . Um abraço!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Gente, que coisa.
Nunca tinha entrado nesse blog, estou pasma com a complexidade da coisa. Abriram a caixa de pandora.

Sonia Hirsch disse...

E bota pandora nisso, Carol!

Ana Paula ( Coimbra) disse...

Oláaaa Sônia... Tudo bem?
Estou passando por aqui hoje para dizer as meninas que não desanimem... O trabalho é ardo, sobre a dieta da candidiase... mais vcs terão a vitoria !!!! Meninas força !!! Eu fiz a dieta durante 5 meses, eu lutava com ela a mais de 1 ano, minha médica só passava pomadas e pomadas e já não aguentava mais ,Quando decidi por conta propria ir a luta e proucurar ajuda em outro lado, e encontrei a Sônia . e fiquei decidida a seguir as dietas por ela indicada !!! Fácil? Nem um pouco !!! Mais o resultado é uma vida completamente diferente !!! mais prazer em viver !!!graças a Deus já estou livre a 2 meses !!! Agradeço a Sônia de coração...

Aproveitando quero pedir ajuda a Sônia em putra questão

Sônia,tenho
36 anos e estou entrando na menopausa precoce, minha médica me passa o remedio TRISEQUENS,Por isso os ataques de candidiase...o problema Sônia, é que depois do meu sucessa com as dietas e consegui me livrar daquilo que ela propria como médica não conseguiu, ela me receitou novamente o remedio e eu me recuso a fazer essa reposição hormonal!!! Eu precisava que a Sônia P.f me ajudasse , é verdade que eu posso fazer essa reposição com a alimentaão e suplimentos? Eu ainda não tenho filhos. Por isso o meu desespero...Obrigada por tudo ... fiquem tds vcs com DEus
A MAIONESE DA SUA IRMÃ É UMAAAAAAAAAAAAAAAAA DELÍCIAAAAAA.... MANDE BEIJINHOS A ELA !!! RS

Sonia Hirsch disse...

Oi, Ana Paula, adoraria ajudar mas não tenho conhecimento suficiente para isso. Por outro lado, posso te contar a minha própria história menstrual, que deu uma reviravolta depois que mudei de alimentação e passei a mentalizar a normalização do ciclo todos os dias, quando entrava no chuveiro. Normalizou.

Evidentemente, eu tinha parado de consumir os montes de açúcar habituais, o que aumentava a produção de estrogênio. Passados dois anos de menstruações regulares levei as anotações ao meu (ex)gineco, que olhou, suspirou e disse: "Mas não é todo mundo que consegue isso - a maior parte das pessoas prefere um remedinho."

Penso que cada um de nós deve se responsabilizar por sua saúde e que você faz muito bem em não prosseguir nessa "reposição". Já procurou se tratar com acupuntura e homeopatia? Costumam ser eficazes, sem efeitos colaterais.

Obrigada pela força, que sem dúvida vai animar quem está em busca de melhoras, obrigada também pelos beijos pra minha irmã - e um abração!

Anônimo disse...

Tenho candida desde criança.Nunca xoube como trata-la,pois os medicos do sus sao negligentes e so sabem enfiar cremes e pomadas na gente.Agradeço muito pelo esclarecimentoe pela ajuda.Que Jeova Deus lhe abençoe.Josenilde de Aracaju-Se

Anônimo disse...

Tenho candida desde criança.Nunca xoube como trata-la,pois os medicos do sus sao negligentes e so sabem enfiar cremes e pomadas na gente.Agradeço muito pelo esclarecimentoe pela ajuda.Que Jeova Deus lhe abençoe.Josenilde de Aracaju-Se

Anônimo disse...

Gostaria de tirar uma duvida com vc. Quanto tempo pode esta na geladeira o kavass, porque faço duas receitas de uma vez; outra duvida posso comer a beterraba do kavass depois de coada? Obrigada

Sonia Hirsch disse...

Quanto tempo? Teoricamente, vários dias, uma semana, mais. Observe o que acontece para tirar suas próprias conclusões.

Comer as beterrabas? Já despojadas do seu valor e fermentadas? Pra quê? Um abraço!

Michela disse...

Sônia,
Há algum tempo achei o seu blog e pensei "foi a única abordagem que não tive quanto a esse mal" e pensei em fazer... E para o meu espanto, fui a uma médica - urologista, acredite ou não - que me falou para fazer uma dieta radical para eliminar os fungos do meu organismo... ou seja, ainda há esperança de médicos acreditarem em terapias alternativas! O meu único problema está sendo a dor de cabeça (já estou bem acostumada, pois tenho crises de enxaqueca desde os 13 anos e sempre tomei muito remédio)... O que me causa dúvida é se posso ou não tomar analgésicos (geralmente associo analgésico + anti-inflamatório), pois agora que comecei a dieta, quero fazer pelos 3 meses, conforme a recomendação da médica... mas essa questão de dor de cabeça é o que mais me incomoda... o que vc acha sobre os analgésicos?

Sonia Hirsch disse...

Oi, Michela, eu vejo a dor de cabeça como um sintoma e acho que é preciso entender as causas para não ter mais. Não sou a favor de analgésicos e antiinflamatórios. Você já conversou sobre isso com a médica? E já fez a vermifugação? Um abraço!

Anônimo disse...

Sônia, gostaria de postar meu tratamento (sem sucesso) para candidiase. Desculpe se sou incoveniente em escrever tanto, mas gostaria de compartilhar, através do seu blog, minha caminhada sem chegar a nenhum lugar. Minha candidiase não é de repetição, pois, em mais de um ano, não tive um dia se quer de paz. Não sei mais o que fazer da minha vida!!!!

Esse é meu histórico de tratamentos SEM SUCESSO para candidiase:

1º Tratamento (em 01/10/10) com ginecologista 1:
- Itraspor 100mg. 02 cápsulas pela manhã e a noite por 1 dia.
- Fluconazol 150mg. Tratamento para o marido. 1 cápsula (dose única)
- Novacort creme. Tratamento do casal. Passar à noite por 10 dias.
- Ginconazol creme. Usar 1 aplicador por 5 noites

2º Tratamento (em 10/12/10) com ginecologista 1:
- Fluconazol 150mg. Tratamento do casal. 1 cápsula (dose única)
- Candicort creme. Psssar na vagina pela manhã e a noite por 10 dias.
- Flogo-Rosa. Dissovel 1 envelope em água morna e fazer asseio à noite por 5 minutos.
- Gynben creme. Usar um aplicador por 7 noites.
- Mudança no anticoncepcional. Antes eu usava o Selene e, agora o médico passou o Diane 35.

3º Tratamento (em 11/05/11) com farmacêutico homeopata:
- Candida Albicans CH30 48g em glóbulos. Chupar 5 glóbulos 4x ao dia.
- Òvulos de Lactobacilos acidophylus 500mg. Aplicar diariamente na vagina ao deitar-se

4º Tratamento com farmacêutico homeopata:
- Candida Albicans CH30 60ml. Tomar 10 gotas 4x ao dia.
- Òvulos de Lactobacilos acidophylus 500mg. Aplicar diariamente na vagina ao deitar-se
- Lactobacilos Bifidus 200mg + lactobacilos acidophylus 300mg. Tomar 1 cápsula 1x ao dia pela manhã, em jejum.
- Complexo de bromelaína 100mg + pancreatina 200mg + papaína 200mg. Tomar 1 cápsula 30 minutos antes do almoço e 30 minutos antes do jantar.

5º Tratamento (em 04/02/11) com ginecologista 2:
- Fluconazol 150mg. Tomar uma cápsula a cada 15 dias por 6 MESES (isso msm, 6 MESES)
- Gyno Fungix. Usar um aplicador por 5 noites.

6º Tratamento (em 18/08/2011) com médica alergologista
- Realização de Teste Cutâneo de alimentos (caseína, clara de ovo, gema, lactoglobulina, peixe, caranguejo, camarão, milho, trigo, soja, tomate, abacaxi, cacau, caju, amendoim, laranja, lactoalbumina). RESULTADO: NEGATIVO (não há alergia p esses alimentos).
- Realização de Teste de Contato (30 substâncias analisadas). RESULTADO: NEGATIVO.

Realização de exames de sangue para averiguação das defesas do organismo (CD4+ / CD8+ / IgA / IgG / IgM), além de hemograma, colesterol e glicemia. RESULTADO: Todos os indices estão ok!

Realização do exame intradérmico candidina. RESULTADO: 0 (a médica falou que é como se meu corpo não combatesse o fungo, pois não houve reações no braço).

- Tratamento (a partir de 15/10/11) e por conta própria:
- CANDEX. Um mês de tratamento tomando tomando 2 cápsulas 2 x ao dia entre refeições.
- Dieta alimentar: corte nos açúcares, leites, derivados, produtos com glúten e com fermento, além de uma série de outras coisinhas q vi q não pode. Esta etapa está sem horrível, pois quase nada se pode comer. Hoje estou há exatos 38 dias nesta dieta.

OBS.: Tb já fiz uso de cápsulas de óleo de peixe, troxinhas de alho colocada na vagina, banhos com bicarbonato de sódio e com chá de camomila, aplicação de violeta genciana, asseio com sabonete de aroeira (antifúngico) e azeite de oliva extra-virgem. Há 2 meses tb faço uso de cápsulas de oleo de alho (2x ao dia). Consumo Kefir e Bio Rich com frequência.

PROVIDÊNCIAS ATUAIS: Hoje marquei um gastro, pra ver se minha candidiase é instestinal, e um homeopata. Vamos ver o que eles me dizem. :(

PERGUNTA: Sônia, em vista de tudo que escrevi acima, lhe pergunto: O que mais falta eu fazer? Será que a vacina é um saída para mim?

Sonia Hirsch disse...

Querida, tá sofrendo demais! A candidíase sempre tem origem intestinal. Desculpe se pareço metida, mas o que está faltando é você ler meu livro. Já viu o post *10 contra ela*, neste mesmo blog? Já vermifugou?

Sobre vacina, desculpe mas não faz sentido pra mim. A Candida albicans e outras cândidas fazem parte da nossa flora habitual. Só prosperam quando a gente permite - ou estimula. Força nas tranças e dieta já! Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, seu livro é otimo me ajudou bastante te agradeço muito. Gostaria de tirar uma duvida com vc: como trabalho e nao tenho muito tempo, pela manha eu sempre tomo 2 copos de agua depois na maioria das vezes eu bato a linhaça com o iorgute (receita do seu livro), ou cha com a linhaça ou ovos quentes com linhaça triturada; na parte manha so como isso e depois almoço, quero saber se é correto o que estou fazendo! eu adoro a linhaça batida com iorgute espero que nao seja um procedimento errado. beijos

Sonia Hirsch disse...

Anônima, o que eu tenho pra ajudar está no livro. Em dúvida, melhor procurar um(a) nutricionista que dê atenção profissional a você. Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, eu sei que no seu livro vc nao cita o abacate, gostaria de saber o porque o abacate nao pode ser consumido por quem tem candida intestinal. obrigada

Sonia Hirsch disse...

O dr. Barcellos inclui o abacate entre os alimentos que aumentam alergias e tumores. Eu mesma sinto que ele mexe com os intestinos. Nunca vi abacate ser recomendado para melhorar alguma coisa, internamente, embora seja nutritivo, e as fontes que consultei para fazer o livro não falam dele. Você pode experimentar, observar e voltar aqui para contar no que deu... Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, o que a senhora acha da equinácea? Ela poderia ajudar no tratamento contra candidíase e como usar? Obrigada. Bjus!

Sonia Hirsch disse...

A equinácea sempre pode ajudar. Eu uso a homeopática, receitada pela minha médica. Não sei dizer como usar das outras formas. Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, quero tirar algumas duvidas com vc. Atualmente eu uso estevia em po, mas gostaria de trocar pela estevia em pirolas (motivo: altera um pouco o sabor e ajuda a escurecer os dentes) sei que a elaboraçao é um pouco diferente é por isso que tenho a duvida. Outra coisa seria a respeito do repolho, cebola e pimenta no livro vc da algumas receitas e eu ja fiz sao otimas porem percebo que quando consumo sinto que aumenta os gases. E quanto a levitaçao do pao eu ja tentei varias vezes e nao chegou bem e ficou muito duro, eu tentei um outro tipo de levitaçao natural e esta deu certo so que a diferença é que esta uma metade é farinha branca e a outra metade é integral, eu posso continuar com esta ou nao. Por vafor me oriente, agradeço a sua atençao. obrigada Karla

Sonia Hirsch disse...

Oi, Karla, não conheço estévia em pílulas, leia o rótulo pra ver se é isso mesmo ou tem aditivos indesejáveis. Alimentos que aumentam os gases devem ser usados com cautela. Tratou das possíveis parasitoses? Protozoários também aumentam gases, olho vivo. Sobre a levedação do pão, está usando água clorada? Sovando bem? Eu prefiro usar a farinha 100% integral, mas cada um sabe o que é melhor para si. Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, como eu te havia falado na outra postagem sobre estevia em pilulas te envio a composiçao: bicarbonato de sodio, acido citrico, rebandiosideo-A puro 90%, 20% estearato de magnesio. como sou leiga caso vc possa me dizer se com esta composiçao possa atrapalhar o meu tratamento. Aproveito para te enviar o nome do laboratorio, que vc me comentou que ainda nao conhece o produto, te envio o site www.ecoidees.com e depois entrar em extrait de stevia. Mais uma vez obrigada pela atençao. Karla

Sonia Hirsch disse...

Parece muito bom, Karla. Gostei do site! Um abraço!

Abelhinha disse...

Boa tarde. A quem interessar, comprei meus probióticos no dia 30/01 na Flora-balance e eles chegaram hoje (06/03). Apesar da demora, estou muito feliz!

Sonia Hirsch disse...

Que ótimo, Abelhinha. Obrigada por compartilhar!

Anônimo disse...

Gostaria de tirar uma duvida quanto ao uso do oleo de coco, vc fala que devemos tomar o oleo de coco longe das bebidas lacto fermenetadas, mas se eu cozinho com o oleo de coco eu posso tomar kavas de beterraba antes das refeiçoes?

Sonia Hirsch disse...

Pode sim. O óleo utilizado para cozinhar será misturado aos alimentos. Quando se usa como fungicida é puro, concentrado e de estômago vazio.

Anônimo disse...

Sonia, agora que estou na dieta suave comprei coco maduro em bom estado para comer, paercebi que todas as vezes que como o coco maduro depois de algum tempo tenho gases e um pouco colicas, nao sei se pode ser uam reaçao normal, outra coisa a agua do coco maduro posso utiliza-la para beber ou devo descartar como faço atualmente. Ha eu ja fiz tratamento para vermes.

Sonia Hirsch disse...

O coco é vermífugo para tênia, e pode ser que para outros bichinhos mais; justificaria cólicas. Os gases vão no embrulho. O jeito é se observar, porque não há contraindicação. A água deve ser descartada por muito doce. Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, na su sugestao cardapio diz que devemos comer pelo menos 200g de verduras, eu estou comendo em torno de 300g a 350g e como salada verde antes como sugeri no livro, gostaria de saber se esta quantidade de verduras é muito acima do que se deve comer, e pode retarda o tratamento? obrigada

Sonia Hirsch disse...

Bom, tudo depende de você encontrar seu ponto de equilíbrio. Se está se sentindo bem assim, ótimo. Se não estiver, modifique. Um abraço!

Anônimo disse...

SONIA, VC TERIA UMA DICA PARA ME DAR QUANTO A CONSERVAçAO DO COCO MADURO, PORQUE EU TIRO DA CASCA DURA E DEIXO SO AQUELA MARROM DE DENTRO CORTO E COLOCO NA GELADEIRA? MAS COM NO TERCEIRO DIA ELE JA ESTA AMARELANDO. oBRIGADA

Sonia Hirsch disse...

Dentro da água, numa vasilha tampada.
Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, comprei estes dias um biscoito de trigo-Sarraceno em um negocio de produtos biologicos, na sua composiçao vem escrito que é feito apenas com o trigo-sarraceno,agua e sal esperimentei apenas um, é como uma ostia muito leve de sabor suave, sei que vc nao recomenda nada industrializado, mas como eu vi que é em negocio especializado de produtos naturais pensei que seria uma outra opçao alimentar para esta dieta. Te peço um conselho o que vc acha de consumir este biscoito? Obrigada e um grande abraço

Sonia Hirsch disse...

Biscoito, A.? Nesta dieta? Só se for aquela alguinha Fidbo que nem é bem um biscoito, não leva farinha, são folhinhas de alga nori tostadas com um salzinho...

Anônimo disse...

Sonia, estou fazendo a dieta radical por 3 meses, agora eu irei passar para dieta suave, mas tenho uma duvida quanto ao tratamento. Como posso depois saber se estou pronta para terminar o tratamento. Sei que no inicio os sintomas da candida persistem, mas eles vao persistir por todo o tramento? Eu sinto algumas melhoras, principalmente na minha vida sexual, mas ainda me persistem a herpes e ardencia na vagina, pelo menos uma vez ao mes, percebo quando estou proxima a mestruar, e tenho um pouco de insonia e diarreia, alias a diarreia depois que iniciei o tramanto esta foi a primeira vez.

Anônimo disse...

Oi Sonia, gostaria de saber se de manha ao lugar de tomar a linhaça batida com agua/cha, eu posso tomar batida com o yorgut feito em casa. Abraços

Sonia Hirsch disse...

Poder, pode...

Sonia Hirsch disse...

"Sei que no inicio os sintomas da candida persistem, mas eles vao persistir por todo o tratamento?"

Bem, Anônima, os sintomas vão depender diretamente das suas condições físicas e psíquicas. Podem voltar de vez em quando e ser de curta duração. Por isso a dieta que proponho para o resto da vida é a dieta esperta: piorou, passinho pra trás. Demorou, uns dias de dieta radical. A gente não se livra da cândida porque ela faz parte, mas não precisa sofrer por causa dela se souber administrar o que come, bebe e pensa. Um abraço!

Abelhinha disse...

Sonia, boa tarde. A senhora poderia me dar uma sugestão de como deixar o pão de fermentação caseira um pouquinho mais macio. Fiz tudo como a senhora indica, mas o bichinho ficou tão duro...
Obrigada.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Abelhinha, o ponto de maciez depende da sova e também da fermentação. Talvez você precise colocar tanto a papa quanto o pão já sovado num lugar mais morninho, para crescerem mais. Se não for isso, pode ser da água. A de fonte é perfeita. A de torneira você pode ferver uns 5 a 10 minutos para eliminar o cloro. Boa sorte!

Abelhinha disse...

Obrigada Sonia! Vou tentar novamente e volto para contar! Abraços!

Anônimo disse...

D. Sônia...
A Sra merece todos os elogios!
Aguentar o desespero dessas moças não é fácil.
Tudo de Bom S2!

raquel disse...

Olá Sônia, espero que possa me ajudar, pois minha situação é um pouco complicada para seguir esta dieta. Estou com candidiase a mais de um ano, já consegui seguir a dieta, mas apesar da melhora, nunca me curei completamente. Hoje em dia é muito mais dificil seguir a dieta, por dois motivos: 1. tenho gastrite, nao posso comer muitas coisas dessa dieta e não posso, de jeito nenhum, ficar com fome. 2. já estou muito magra, se seguir essa dieta provavelmente vou ficar com sérios problemas. Nunca me alimentei muito mal na minha vida: detesto refrigerante, como mtas verduras, legumes e frutas. só tem uma coisa q pode estar me atrapalhando: o stress! sou mto estressada e acho que isso abaixa a minha imunidade. tenho lido e comecei a tomar cloreto de magnésio PA, que a medicina natural diz ser muito bom contra o stress. estava com anemia tbm, e agr estou tomando toda noite sulfato ferroso+vitamina C, acho que estou melhorando, ficando mais corada e disposta. gostaria de ouvir sua opiniao: alguma dica para combater stresse; se acha que pode ser outro motivo da candida continuar, etc. Obrigada!

Sonia Hirsch disse...

Raquel, eu adoraria ajudar mas meu trabalho é mais promoção da saúde, e no seu caso há muitas coisas para levar em consideração; seria mais sensato procurar um profissional de saúde que pudesse fazer a ligação entre os pontos.

De todo modo, anemia obriga a investigar vermes e protozoários. Você já tratou? Sei que os exames não costumam dar nada, o que não significa que as parasitoses não existam. Aqui no blog há muita informação sobre isso em posts e comentários, sugiro você procurar *vermes* na caixinha de buscas. Mais informação em www.correcotia.com/vermes. Um abraço!

Talita disse...

Olá Sonia como faço para adquirir seu livro sofro com a candidiase desde q tive uma infcçao puerperal a dois anos atras agora estou.gravida de novo.e a candidiase me atormenta todos os dias sera q mesmo gravida eu poderia fazer esse regime radical?

Sonia Hirsch disse...

Oi, Talita, o livro você encontra em www.correcotia.com/compras . Sobre a dieta, é bom consultar um(a) nutricionista ou outro profissional de saúde que lhe dê apoio e segurança. De todo modo, alguns ajustes na alimentação já seriam de grande valia. Se você puder evitar a maior parte do que atrapalha e incluir muita coisa que ajuda, como folhas verdes, vegetais variados, óleo virgem de coco, ovos caipiras e carnes de boa procedência, já será uma grande coisa. Um abraço!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sonia Hirsch disse...

Comentário anônimo excluído por evidente má fé.

Anônimo disse...

Sonia, eu andei falando sobre o seu livro para uma amiga e ela se interessou muito em comprar o seu livro. So que ela nao é brasileira e nao sabe o portugues, gostria de saber se encontra o seu livro em traduçao ingles ou frances.

Sonia Hirsch disse...

Oi, A., por enquanto só em português mesmo. Um abraço!

Questiana disse...

Olá, Sônia. Estou tomando óleo de prímula em cápsulas (3 por dia) e glutamina (uma colher de chá em um copo de água antes de dormir), pois li que seria bom pra cândida. Tb estou tomando 3 cápsulas de equinácea por dia. O que acha?

Sonia Hirsch disse...

Eu não acho nada, Questiana. Você é que tem que saber se é bom pra você. O que eu posso dizer é o que já está publicado nos blogs e no livro que escrevi a respeito. Um abraço!

Questiana disse...

Sonia, Li em um site que falava sobre a candidiase o seguinte: “além dos fatores de risco que predispõem à doença, pesquisadores vem demonstrando que algumas mulheres possuem uma deficiência específica para candidíase. Elas teriam um sistema imune capaz de defender o meio vaginal de outros agentes infecciosos, mas não dos fungos. As pesquisas mais recentes, feitas pelo ginecologista e professor da Universidade de Cornell, em Nova York (EUA), Steven Witkin, revelam que tal deficiência é resultado de uma pequena alteração genética em células de defesa imunológica, o que os cientistas denominam de polimorfismo genético. O defeito no gene explicaria, provavelmente, a maior parte dos casos de reaparecimento da doença, as chamadas recorrências, após o tratamento, segundo Witkins, que já está usando um teste para detectar a alteração genética, na Universidade de Cornell” (FONTE: http://www2.uol.com.br/assuntodemulher/esp_vag_06.htm). Creio que meu caso seja este, pois já fiz uso de alopatia, homeopatia e fitoterapia. Todos meus exames de sangue são excelentes, bem como minha imunidade. Fiz testes de alergia de contato e alimentar e não deu nada. Já fiz dieta radical por 3 meses, onde cortei 100% dos açúcares, alimentos fermentados, leite e gluten. já usei CANDEX (medicamento americano que age destruindo a parede celular do fungo) e nada deu certo. Tenho candidíase crônica há 2 anos e, nesse tempo, não tive um dia sequer de melhora. Acordo várias vezes na noite para me coçar... a cândida como se não bastasse todo o sofrimento que causa, não me deixa dormir. Sou recem-casada e me abstenho de sexo por 3, 4 meses, isto não é certo. Gostaria de encontrar uma luz no fim do túnel. Se eu tiver uma falha genética ficarei a mercê da medicina encontrar uma saída. Desculpe lhe estar "enchendo" com meu problema, mas é que eu me sinto um pouco melhor compartilhando minha angústia com quem entende do assunto. Obrigada Sônia!

Questiana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sonia Hirsch disse...

Questiana, esse tipo de informação vagamente médica e vagamente científica não me interessa. Geralmente só serve mesmo para aumentar a dependência e a angústia dos pacientes. Mas você já fez a dieta? Isso é algo que só depende de você. Um abraço!

Thereza Alice disse...

Olá Sonia!

Sou Thereza Alice de Natal/RN, gostaria de saber se você conhece algum médico que tenha a sua mesma linha de pensamento e que trabalhe em minha região e possa me auxiliar no tratamento contra a candidíase? Pois, a minha dificuldade maior está em encontrar os alimentos que indica em seus posts, portanto se eu encontrar "esse médico", provavelmente ele me indicaria onde encontrar determinados produtos.

Desde já te agradeço e parabéns pelo seu trabalho e estilo de vida.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Thereza, mais correto seria você procurar um(a) nutricionista, porque os médicos sequer reconhecem a candidíase crônica como algo tratável, a não ser através de drogas antifúngicas. Não conheço ninguém para indicar.

Mas também não entendo a sua dificuldade. A dieta é basicamente de ovos, carnes e vegetais muito variados, cortando doces, produtos de padaria e frutas em geral. Sobre lactobacilos você pode ler indicações neste blog e no outro. www.soniahirsch.com . O que mais de alimentos diferentes você viu? Um abraço!

Anônimo disse...

Oi Sonia, gostaria de saber se no lugar da linhaça eu posso substituir pela chia. Obrigada

Sonia Hirsch disse...

Nunca usei a chia, mas você pode experimentar e observar os efeitos. Um abraço!

Fernanda disse...

Sônia, me diga uma coisa, querida: ha uma versão do livro em pdf? Digo, para os seguidores que não moram no Brasil ou mesmo aqueles que prefeririam uma versão digital do livro, é possivel compra-lo neste formato? Em caso de resposta negativa, você pensaria a respeito eventualmente?
Beijo grande!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Fernanda, existe o PDF. Você pode escrever para meu email? Clique no botão e-mail em http://correcotia.com . Um abraço!

Fernanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda disse...

Ei Sonia! Você acreditaria se eu dissesse que acabei de começar a dieta (ha 6 dias) e que ha dois meu intestino entrou em greve? Cara, tô impressionada! Bom eu sempre comi esse tanto de legume e verdura, a unica diferença é que agora tô tomando o igourte e a coalhada... e bastante ovo orgânico! Sera que foram os ovos e as carnes que me travaram (aliados à ausência do arroz integral, lentilhas, ervilhas secas, quinoa, etc...)? Achei muito estranho. Nem vontade não da, você acredita? Nem pum nem nada. Como se o meu intestino estivesse desligado totalmente. O que você acha, Sonia?

Sonia Hirsch disse...

Oi, Fernanda, posso dar palpites e eles serem errados, por isso prefiro não dar. O normal não é o intestino se vretrair, SE os lactobacilos vivos estiverem ok e SE a pessoa não tiver outras parasitoses associadas. Por exemplo, amebíase pode dar prisão de vente. Também é comum o intestino se ressentir de mudanças alimentares.

Se fosse comigo, eu pularia o café-da-manhã, beberia muita água e teria uma conversinha séria com o vaso sanitário. Supositórios de glicerina podem ser úteis. O óleo virgem de coco em jejum ajuda. E a homeopatia costuma tratar prisão-de-ventre com Nux vomica. Um abraço!

Fernanda disse...

Isso mesmo, Sonia, e vou passar o dia sem carne também pra ajudar o pessoal aqui dentro. Agua eu tomo demais, sempre foi um habito. Acho que o bichinho estranhou mesmo a mudança... obrigada mais uma vez, querida!

Anônimo disse...

Olá Sônia!!!

Comprei o seu livro e comecei a dieta radical. A minha pergunta é a seguinte: melancia é só na dieta suave ou posso consumir desde já?!?

Um abraço!!!

Sonia Hirsch disse...

Melancia não está na lista do que ajuda? Então, pode desde já - com moderação, longe das refeições. Força nas tranças! Um abraço!

Martins disse...

Olá Sônia,

Achei interessante o jeito que esta doença é tratada aqui no seu Blog. Uma dúvida: Estas dietas podem ser feitas por homens também, enfim, é uma reposta meio idiota, mas tive que fazê - la. Obrigado

Sonia Hirsch disse...

Podem e devem, Martins! Os homens têm tanta candidíase crônica quanto as mulheres, mas com outros sintomas. O vaginal, por exemplo, não têm... ;-) Um abraço!

Martins disse...

Obrigado ^^

Jeanne Lima disse...

Ola acabei de descobrir que a d. Candida entrou na minha vida tenho 22 anos e ando sofrendo muito com a doença. Tudo quero muito entender a dieta por favore ajude.

Sonia Hirsch disse...

Oi, Jeanne, o que tenho para ajudar é o que está publicado aqui, no outro blog (www.soniahirsch.com) e especialmente no livro, pois um livro ainda é mais organizado e útil do que qualquer outra mídia quando a gente precisa ler, reler, anotar, grifar. E entender que não é doença, é comportamento. Força nas tranças! Um abraço!

Anônimo disse...

gostaria de saber se a pessoa que tem diabetes pode tomar o kavas de beterraba. obrigada

Sonia Hirsch disse...

Em princípio não há contraindicação, Anônima. Mas você pode começar com pouco e observar as reações para tirar sua própria conclusão. Um abraço!

Bianca disse...

Sônia, fiquei muito satisfeita com seu post. Sofro de candidíase há bastante tempo. Já tentei de tudo, mas meu problema maior encontra-se na alimentação, já que amo carboidrato e doce, devido à ansiedade.

Vou tentar cumprir a dieta. Até porque estou em uma crise super complicada, que nunca tive. Muitíssimo obrigada pelas orientações. Depois venho contar o resultado obtido.

:) Abraços, Bianca

Sonia Hirsch disse...

Força nas tranças, Bianca! Um abraço!

Denise Mattos disse...

Olá Sonia,
Estou muito feliz em ter conhecido seu Blog. Me ajudou muito. No dia 14/10/12 comecei a dieta de combate a cândida. Eu nunca tinha tido cândida antes. Mas tive um probelma de saúde e precisei tomar 1.500 de antibiotico por 10 dias. a imunidade foi lá embaixo. E ai apareceu a cândida. Fui a gineco que passou creme e remedio. Fiz uso e a coceira continuou. A médica nem tocou no assunto de alimentação. Acho que ela deveria me alertar também. Enfim sai em pesquisa e encontrei você!! Ufa!! Segui passo passo. Hoje está fazendo 1 mês que graças as suas informações e minha força de vontade, me reeduquei. Percebi que eu estava viciada em café, pão e doce. Estou me sentindo muito bem. A cândida curou, senti todo aquele mau estar do início da dieta até a vista nublada. E o melhor de tudo foi ter perdido 3kgs. Sempre fui magra. mas estava ganhando 1kg por ano. De 58kg em 2008 fui até 63kg em 2012 - tenho 1,65m. Hoje estou com 60kg e FELIZ DEMAIS!!! Obrigada, continue divulgando essas informações tão preciosas!! Bjuus e fique com Deus.

Sonia Hirsch disse...

Eeeba, Denise! São momentos assim, de gratidão plena, que fazem a vida se tornar mais preciosa. Sou grata a você tanto quanto você a mim. Abração!

Anônimo disse...

Olá Sonia!
Parabéns por esse lindo trabalho!
Gostaria de saber se a dieta funciona também para os homens, ou se é diferente um pouco? Estava pesquisando quando encontrei essa página de seu blog, sou homem e agora to na italia, e penso que to sofrendo desse fungo, pois tive ela já, e agora penso que esta se agravando, pois tenho na pele manchas que pela minha pesquisa é desse fungo...também percebi uma digestão lenta e tenho muitos gases e arrôtos, to apavorado gostaria de uma luz! obrigado

Sonia Hirsch disse...

Oi, Anônimo, para os fungos, homens e mulheres são apenas matéria pra fazer mais fungos - eles não levam em conta diferença de gêneros, idade, cor da pele... ;-)

Muita força de vontade pra você e um abraço!

fabrcio disse...

Desculpa me esqueci de colocar meu nome no comentário acima! Fabricio
To com medo desse fungo me causar a tal candemia, aquela que é um estado mais avançado da doença...pode ser loucura da minha cabeça, mas peguei uma gripe a tive muita tosse, ainda tenho... pela pesquisa que fiz ela pode atacar também os pulmões, figado, quando sua imunidade esta baixa! Me desculpa se escrevi tanto, mas é que to preocupado, pois sempre quando procurei um urologista, nunca falaram de dieta e que poderia passar para pele e órgãos internos! Se puder me esclarecer mais por favor serei muito grato Sonia!

Sonia Hirsch disse...

Fabricio, não precisa ficar apavorado. Pequenos ajustes na dieta resolvem. Em poucos dias você vai se sentir melhor psiquicamente também. Veja as outras informações deste blog com calma, se possível compre o livro - e boa sorte!

Fabricio disse...

Tu és uma queridona Sonia!
Comecei minha dieta, sou comilao, mas gosto muito de verdura, tanto crua quanto cozida, pelo fato de comer bastante ta sendo um pouco dificil, mais dificil é nao comer massa e cereal com yogourt, nao encontrei ainda! Também nao como 100% organico, mas acho que aqui na Italia os produtos sao de melhor qualidade de que os do Brasil, se falando em agrotòxicos! Cortei de vez os carboidratos e o açucar! Vamos ver no que vai dar, vou procurar no blog algumas receitas!
Beijao querida tudo de bom e muito obrigado, se encontrar aqui o livro comprarei e indicarei seguramente!!!

Sonia Hirsch disse...

Oi, Fabricio, se for o caso te mando o pdf, escreva para meu email: shirsch@uol.com.br . Bacci!

Simone disse...

Sonia, vou começar a dieta hoje. Meu problema não é candidíase, mas um fungo que peguei nos dedos da mão e do pé, dão bolhas e coceiras e só acalmam quando eu tomo fluconazol. Mas não posso ficar tomando drogas pra sempre. Já tem 1 ano este problema e esteou disposta a tudo pra sarar.

taciiiiii disse...

ola sonia eu estou con cadidas raras no meu preventivo ea dr me passou um tratamen to comovulos e cremes na verdade so um ovulo e um creme de 10 dias de tratamento e umas pilulas para tomar durante 30 dias mais eu tbm comecei a fazer a dieta suave com carne ovos frutas vermelhas bem poko arroz e cortei acucar gostari ade saber se vai da certo pq eu so tenu um poko de secrecao naum tenhu coceira nem vermelhidao so secrecao meio branca meio amarela bem clarinha ..e cmu ter certeza que sarei pq sou histerectomizada e nem sei cmu peguei se foi por causa da academia usar roupa apertada num sei .aguardo resposta obrigada.

Sonia Hirsch disse...

Taci, não tenho como saber se você vai ficar boa com esse tratamento, mas espero que sim. Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, vc indicou o kit with Flora Balance, em http://www.flora-balance.com/order_form.htm

qual a eficiência deste kit? Ele deve ser acompanhado da dieta radicaL?

Comprei o livro e estou tendo dificuldade para fazer a dieta radical. Estou emagrecendo (já sou magra) e tenho muita dificuldade em não comer pão... Já vi que tem a questão dos vermes. Vou me vermifulgar..... Ainda assim esta dieta não me sustenta.

Passei para a dieta leve, mas comendo pão comum.

Sonia Hirsch disse...

Sem nome, indiquei o Flora Balance e não o kit, mas acredito que ele funcione. Por quê? Tá no livro: para restaurar a flora intestinal. Mas comendo pão comum, francamente...

Anônimo disse...

Sonia, então você não indica o kit que é para a candidíase diretamente? Só indica o Flora Balance?

Desculpa insistir no ponto já perguntado aqui e já explicado no seu livro. Mas o tempo da dieta radical não ficou claro ainda para mim. Pois não me sinto bem em toda a dieta. Então não seu qual é este ponto auge que demarca a eliminação dos fungos.

Anônimo disse...

Sônia, você já ouviu falar no Threelac?

Malu disse...

Descobri recentemente a candidíase nos meus dutos mamários, que causa uma dor absurda quando da descida do leite e no momento da amamentação. A dieta, neste caso, não é possível pois uma nutriz precisa de muitas calorias; além disso a candida não está no meu sistema digestivo (penso eu). Como proceder nesse caso?
Obrigada,
Malu
=]

Sonia Hirsch disse...

Malu, uma nutriz precisa de calorias BOAS, olho vivo. Mas candidíase nos dutos mamários significa que tem que tratar, para não deixar de ser nutriz, e ao mesmo tempo tratar o bebê.

Sempre se pode melhorar a alimentação e evitar o que dá mais cândida: leite e derivados, açúcar, produtos de padaria. Fora isso, o óleo virgem de coco é um grande fungicida e pode ajudar bastante, se tomando antes das refeições, puro ou com chá, caldo ou água quentes.

Compressa quente de gengibre nos seios poderia ajudar. Como você sabe que é candidíase só nos dutos mamários? Já respondeu ao questionário em http://correcotia.com/mulheres/questionario.htm ?Um abraço!

Malu disse...

Obrigada Sonia, vou seguir suas recomendações. A candidíase está apenas nos dutos porque não há proliferação nos mamilos nem na boca da minha filha, quem diagnosticou foi a pediatra neonatologista, minha ginecologista confirmou porque viu alguns pequenos sinais e a especialista em aleitamento também confirmou que não há problemas com a pega da criança, então não deveria haver dor e a única explicação seria a candidíase... tentei acessar a página do questionário mas está fora do ar. Um abraço, Malu

Sonia Hirsch disse...

Desculpe, Malu, dei o endereço errado: é um pdf, http://correcotia.com/mulheres/questionario.pdf .

Paulinha disse...

Sonia,Obrigada por divulgar tantas informações! Já comprei seu livro e estou esperando ansiosamente.
Me casei a pouco mais de 1 ano e desde então tenho convivido diariamente com a candida. É sério, acho que nesse ultimo ano eu tive 2, apenas 2, semanas em que não tive a praga e consegui ter relação com prazer. Isso está me enlouquecendo!!! Já procurei 3 ginecologistas diferentes, endocrinologistas, to fazendo acupuntura, tomando remédios fitoterápicos, yoga... Algumas coisas ajudam a aliviar os sintomas, mas nenhuma consegue curar. Estou com esperança no seu tratamento!!!

Sonia Hirsch disse...

Paulinha, o melhor de tudo é que o "meu" tratamento não é meu, é um consenso entre todos os que se livraram da dita cuja, apoiados em médicos antenados que pesquisaram a questão ainda nos anos 1980. O melhor de tudo é que o "nosso" tratamento leva a uma boa reeducação alimentar, que fica para o resto da vida... Força nas tranças! Um abraço!

:) disse...

olá Sonia,
Foi me diagnosticada,através do exame de fezes candidiase intestinal, as uns meses atras. Pará além de ter tomado um fungicida fiz a dieta recomendada no seu blog.
Acho q ajudou bastante e descobri q talvez tenha alguma intolerância ao glúten ,pois qdo voltei a introduzir massas ,entre outros no cardápio, a minha barriga inchou e tem sempre inchado após as refeições. No entanto,mantenho uma dieta com pouco açúcar e felizmente qdo passo por uma vitrina com bolos embalados, enlatados etc,fico a pensar como foram feitos e perco logo a vontade de os consumir!

Gostaria de comprar o seu livro,pois queria conhecer mais receitas para adicionar ao cardápio, mas vivo na Alemanha , como posso fazer?

Obrigado,
Ana

Sonia Hirsch disse...

Oi, Ana, podemos mandar para a Alemanha sem problemas; o frete prioritário (3 a 5 dias) custa 30 reais, o econômico (2 semanas) sai por 20, e o preço do livro é 38,50. Você pode pagar ao PayPal com seu cartão de crédito. Se quiser fazer a compra, por favor me escreva para shirsch@uol.com.br . Um abraço!

Paulinha disse...

1ª semana da dieta cumprida com sucesso! Meu intestino já está funcionando com hora marcada! Incrível! Todos os dias depois do desjejum de linhaça+agua+oleo de coco + limão = banheiro.

Sonia eu tenho uma pergunta sobre o café. Por que não podemos tomá-lo durante essa dieta? Apenas porque nos deixa muito agitada ou ele faz alguma reação química que atrapalha?

Sonia Hirsch disse...

Porque é estimulante e um tanto irritante das mucosas, Paulinha. Geralmente essas dietas de comidas suaves ajudam a limpar o paladar e recuperar a consciência quanto aos sabores fortes, café entre eles. Mas você pode experimentar e tirar suas próprias conclusões. Um abraço!

Carla Gomes disse...

Boa noite Sonia,tenho todos os sintomas da candidíase,porém tenho um corrimento contínuo,todos os dias foca completamente aborrecido com isso,não tem cheiro forte,mas é horrível,tenho muito gases e minha barriga parece que explodir quando eu como.Sonia a repeito da soja gostaria de saber como faço para adquirir a soja fermentada,ou até mesmo fazer.Desde já agradeço

Sonia Hirsch disse...

Oi, Carla, as duas formas de soja fermentada mais fáceis de encontrar são o missô e o shoyu. A marca Familia Hattori usa com soja orgânica e tem produtos maravilhosos. Em SP é possível encontrar os produtos do prof. Kikuchi, também excepcionais. Boas lojas japonesas ou de produtos naturais podem ter outras opções. Um abraço!

Paulinha disse...

Meninas, Mais um feedback positivo!
A dieta funciona sim! Estou outra pessoa, não só com relação a candida, mas com relação a tudo. Estou mais bem disposta, meu sono está ótimo, tenho mais energia para trabalhar, estou me sentindo muito bem comigo mesma! Estou a apenas 12 dias na dieta e já sinto essa diferença toda. Isso está me dando motivação para não sair da linha. Força para todas!!!!

Sonia Hirsch disse...

Ah, Paulinha, que delícia o seu retorno. Alimentação não é tudo na vida, mas a vida depende muito dela. E o que eu gosto nessa dieta, bem como na do dr Barcellos, é que elas ensinam a observar sintomas e educam a gente para comer. Obrigada! Um abraço - e força nas tranças!

Paulinha disse...

Sonia, muito obrigada por tudo! Já não sabia mais o que fazer e você foi a luz no fim do túnel!!! Obrigada por compartilhar tantas informações úteis. Agora estou querendo comprar todos os seus outros livros :)

Pergunta: Hoje saiu gotas de gordura nas minhas fezes, isso é bom ou ruim? Já li algum comentário sobre isso no seu blog, mas não estou achando...

Sonia Hirsch disse...

Pode acontecer se você estiver tomando o óleo em jejum e ele for eliminado rapidamente. Observe sem julgamento, porque essas coisas mudam.

Karla disse...

Olá Sonia, achei muito interessante a sua dieta e pretendo começa-la logo, mas tenho uma dúvida.. Não poderei comer nenhum tipo de arroz? As condições financeiras não ajudam muito para eu comprar sempre o integral. Se eu diminuir na quantidade e seguir à risca todas as outras dicas, posso comer o arroz branco? Beijos...

Sonia Hirsch disse...

Karla, sugiro que você releia o post com cuidado e faça suas anotações. Quem decide é você. Um abraço!

Lorena disse...

Olá Sonia,
a "água benta do feijão fradinho", recomendada no trattamento, contém os fitatos do feijão, que possuem um fator antinutricional, certo? Devido à associação dos fitatos ao zinco, ao ferro, ao cálcio, etc, que diminui a disponibilidade desses elementos no organismo, que você recomenda deixar de molho o grão de bico e torrar os cereais, por exemplo? Considerando essa questão dos fitatos, ainda assim a água do feijão fradinho é recomendada?
Abraços,
Lorena

Sonia Hirsch disse...

Lorena, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. A água de feijão-fradinho tem propriedades anticândida. Os fitatos na alimentação diária podem ou não ser um problema para a assimilação de outros nutrientes, dependendo da quantidade. Não é só por causa deles que o feijão fica de molho. E eu nem ponho de molho os cereais. Novidades nutricionais há muitas, todos os dias, de maior ou menor importância. Mas remédios naturais não são divulgados com a mesma ênfase. Você decide. Um abraço.

Paulinha disse...

Sônia, Estou simplesmente apaixonada pelos seus blogs. Agora estou lendo todos os posts do Deixa Sair. Acho tão importante divulgar todo esse conhecimento que resolvi escrever meu próprio blog contando a minha experiência.

Mas estou aqui hoje para dar uma dica para quem ainda está na dieta rigorosa. Fiz uma receita de Inhame (que você tem no seu livro) com farinha de linhaça e amêndoa no lugar da farinha de trigo.
Segue link pra receita quem se interessar: http://lutacontracandidiase.blogspot.com.br/2013/05/receita-com-inhame.html

Agora vem a pergunta: estou querendo fazer um pão e ainda estou na dieta rigorosa, posso usar CMC, polvinho azedo ou fermento biológico? No lugar da farinha de arroz vou tentar usar a farinha de linhaça e amêndoas que usei na receita do inhame e deu super certo. Se a receita ficar boa eu compartinho aqui depois :)

Super bjssss

Sonia Hirsch disse...

Paulinha, você é um sucesso! Mas não sei o que você pode ou não pode. Experimente e observe, tá? Um abração!

Anônimo disse...

Sônia, no livro você indica várias duchas vaginais. Uma que ajudou muito foi a de vinagre concentrado. Fiz uma vez e fiquei com uma trégua de 3 dias. Porém estou na dúvida se pode ser qualquer tipo de vinagre. Acho estranho estes vinagres comuns que usamos na cozinha. Tem algum específico?

Abraço,

Sonia Hirsch disse...

De fato, o vinagre que usamos na cozinha nunca deveria ser de álcool e sim de maçã, cidra, arroz, vinho, aceto balsamico. O mesmo vale para a ducha. Se bem que o de álcool funciona, como você viu, mas se queremos mais qualidade, que seja em tudo. Um abraço!

Lorena disse...

Ei Sonia!
estou nessa luta contra a cândida há mais de um mês e tenho visto melhoras! Minha vida mudou radicalmente de lá pra cá... Foram muitas mudanças! Seu livro se tornou meu livro de cabeceira e hoje todos da minha família e amigos já ouviram falar nessa dieta que você propõe. (E não é fácil seguir à risca quando estamos em encontros sociais). Apesar das privações, a vantagem é que a qualidade da minha alimentação e das pessoas que moram comigo melhorou sensivelmente!
Meu único problema com o grande corte de carboidratos é emagrecer ainda mais. Eu vi o email que você postou da Kelly dizendo da vantagem de ter emagrecido, tentando curar a cândida. Sei que isso é vantagem para uns, mas para outros é motivo de preocupação. Já estava bem magra antes de começar a dieta e agora estou ainda mais, com os ossos todos aparecendo... por isso, tento reforçar um pouco mais nas boas gorduras, mas não sei o que mais posso fazer para manter ou ganhar um pouco de peso.

Tenho algumas dúvidas sobre as coisas que você indica:
1) posso fazer uma isca do iogurte feito com o Bio Rich para gerar mais iogurte? isso é, os próximos terão os lacto bacilos vivos?
2) na dieta suave, você diz que podemos ingerir às vezes alguns queijos. Quais exatamente? o ricota pode? tenho comido o frescal, que passa por uma fermentação. Mas, sendo eu mineira, a grande inquietação é sobre o queijo artesanal canastra. Você o conhece? (ele não chega no Rio, a não ser clandestinamente. Sei que ele também passa por uma fermentação e é feito com leite cru. Imaginei que seria possível comê-lo sem alterar minha meta. o que acha?
3) sobre o macarrão. Não tenho condições de fazer massa caseira. E há uns 40 dias não como massa, a saudade é grande! A pergunta é: a pasta de sêmola grano duro, você considera menos nocivo?
4) se posso mandioca, posso polvilho?

obrigada pela atenção!
abraços,
Lorena

Sonia Hirsch disse...

Oi, Lorena, em primeiro lugar: vermifugou? Porque às vezes o emagrecimento tem nome e endereço. E a candidíase prospera. Sugiro reler o que digo a respeito no capítulo "10 contra ela" a respeito de bichos e também de enzimas, que são o que vai melhorar a digestão para permitir assimilação.

BioRich usado não dá isca. Gelifica mas não acidifica. Se você tiver leite cru, tente a coalhada para ver se funciona: há relatos positivos. Tudo é experimentar e observar, né? Mesma coisa com o queijo canastra, que é maravilhooooso, mas veja lá. Adoraria confirmar que leite cru e queijo de minas curado não dão problema.

Macarrão é melhor do que pão. Se for pra matar saudades, sim, grão duro al dente (muito cozido fermenta mais). Mandioca, você pode? Poderia na dieta suave. Mas polvilho é só amido. Vai fazer o que, biscoito de polvilho? Sei não... Aí poderia tapioca, né? Sei não... Um abraço e força nas tranças!

Lorena disse...

Sonia,
obrigada pela resposta.
Eu já tomei o Anitta há umas 3 semanas. Acredito que o emagrecimento está estabilizado. Só quero ficar de olho pra não emagrecer ainda mais. Comer o queijo canastra poderia bom para garantir umas calorias (e prazer!) a mais. Vou com cautela e observar. Se não der nada, te conto.
Vou tentar conseguir o leite cru e fazer coalhada. E vou deixar o polvilho pra lá... e ficar só com a mandioca in natura.
abraços :)

Anônimo disse...

Oi Sônia!
Adorei o post! Sofro muito com a cândida e há muito tempo...
Mas fiquei com uma duvida... qdo vc fala sobre o óleo de coco, que é bom para passar na pele, no cabelo e em outras partes... Vc quis mesmo dizer para passar ele direto?
Como faria? Passo ele meio pastoso? Esquento ele? Banho de assento?

Sonia Hirsch disse...

Sim, põe na mão e passa onde for. Acima de 25 graus ele fica líquido, abaixo é pastoso e até duro. Você retira com uma colherinha e pronto. Um abraço!

Anônimo disse...

Sonia, gostaria de saber se dois alhos ingeridos ao dia são suficientes no combate a candida e se eles precisam ser mastigados. Obrigada desde já :)

Sonia Hirsch disse...

Fácil assim? Duvido... Mas experimente e observe. Mastigar? Ninguém merece! Um abraço!

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 234   Recentes› Mais recentes»